Pelicano Billy morre no Passeio Público de Curitiba

Com idade aproximada dos 30 anos, a causa da morte foi natural em decorrência da longevidade. O animal chegou a Curitiba em 1994.

Redação - 08 de julho de 2022, 14:08

(Foto: Ricardo Marajó/SMCS)
(Foto: Ricardo Marajó/SMCS)

Morreu na madrugada desta sexta-feira (8) o pelicano Billy, do Passeio Público de Curitiba. Com idade aproximada dos 30 anos, a causa da morte foi natural em decorrência da longevidade.

Animais dessa espécie, na natureza, vivem em média 20 anos. Billy havia chegado na capital paranaense há 28.

“Billy era um dos mais antigos moradores do Passeio Público, vivia em uma ilha privativa e proporcionava aos visitantes momentos bastante interessantes. Foi, sem dúvida, um grande aliado da nossa Educação Ambiental”, lamentou o diretor de Pesquisa e Conservação da Fauna, da Prefeitura de Curitiba, Edson Evaristo.

O corpo do pelicano passará por um processo de taxidermização, conhecido como empalhamento, e será encaminhado para pesquisa no Museu de História Natural, no Capão da Imbuia.

Billy chegou ao Passeio Público de Curitiba em 1994, junto com flamingos chilenos e guarás. Esses animais eram mantidos ilegalmente, sem autorização ambiental, numa residência localizada no estado de Santa Catarina.