PF prende mulher responsável por aliciar brasileiros que foram presos na Tailândia

A polícia avalia a possibilidade de requerer à Justiça Federal a extradição dos presos ao Brasil; na Tailândia, o tráfico de drogas é um crime que leva a pena de morte.

Redação - 05 de maio de 2022, 07:36

Novo 0
Novo 0

 A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (5) uma operação que mira aliciadores de brasileiros que foram presos na Tailândia por tráfico internacional de drogas.

Três brasileiros, dois homens e uma mulher, acabaram detidos no Aeroporto Internacional de Suvarnabhumi, em Bangkok, quando tentavam ingressar no país asiático com 15,5 kg de cocaína em suas bagagens, em fevereiro deste ano. A droga foi avaliada em R$ 7 milhões.

A PF cumpre dois mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, expedidos pela 9ª Vara da Justiça Federal em Curitiba. As ordens judiciais foram cumpridas na Capital. A Polícia Federal confirmou a prisão de uma mulher, responsável pelo aliciamento dos transportadores das drogas ilícitas e a obtenção de mais provas sobre o seu tráfico para o exterior.

As investigações, que se iniciaram logo após a prisão dos brasileiros, apontaram que os dois homens já haviam viajado para o exterior, antes do início da pandemia de Covid-19 em situações que demonstram que estariam transportando drogas.

A Polícia Federal examina, ainda, a possibilidade de requerer à Justiça Federal a extradição dos presos na Tailândia para que respondam pelos crimes praticados no Brasil. No país asiático, o tráfico de drogas é um crime que leva a pena de morte.
 
Os investigados responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação criminosa para o tráfico, cujas penas somadas podem alcançar 25 anos de reclusão.