PF prende no Paraná suspeito de planejar ataque terrorista

Vinicius Cordeiro

homem suspeito terrorismo ataques terroristas maringá paraná pf polícia federal

A Polícia Federal (PF) prendeu em Maringá, na região norte do Paraná, um homem que planejava concretizar ataques terroristas. Junto com ele foram apreendidas uma espingarda calibre 32 e muitos simulacros de arma. A operação foi chamada de Trastejo em referência a um defeito no braço do instrumento de corda que provoca problemas na emissão do som, já que o suspeito divulgava ser professor de música por meio das redes sociais.

De acordo com a investigações, o indivíduo, que não teve nome e idade divulgados, vinha mantendo contato direto com radicais islâmicos no exterior, manifestando intenção de viajar para outros países, como o Iraque, e incorporar-se a organizações terroristas.

Além disso, ele ainda circulou vídeos em grupos na internet em que, encapuzado, exibia armas, munição, rádio comunicador, cédulas de dólares americanos, dentre outros itens, proferindo conteúdo extremista e manifestando desejo de executar mortes de inocentes em uma ação suicida.

O homem preso no Paraná é visto pela PF como alguém que assumiu “uma visão religiosa extremista e violenta, com potencial para provocar atos definidos em lei como terrorismo”.

As investigações apontaram que o suspeito tem treinamento para o manuseio de armas e já foi condenado por posse irregular de arma de fogo e por tentativa de roubo. Para completar, ele responde por tentativa de homicídio e posse de droga.

Conforme a Lei de Enfrentamento ao Terrorismo, as penas previstas para esse tipo de crime chegam a 30 anos de reclusão.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="787464" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]