Cope apreende nova droga chamada de MD, princípio ativo do ecstasy, que renderia R$200 mil reais

Simone Giacometti


Neste fim de semana policiais do Cope – Centro de Operações Policiais Especiais –  grupo especial da Polícia Civil do Paraná, prenderam em flagrante Caio Rodrigues de Oliveira, de 37 anos, por tráfico de drogas.  Com ele foram encontrados 800 gramas da substância conhecida como MD, princípio ativo do ectasy, uma droga sintética muito usada por jovens em baladas.  Os cristais de MD (abreviação de metilenodioximetanfetamina) são amarronzados e estimulam o sistema nervoso central, causando alterações na visão e audição, deixando tudo muito mais intenso.

De acordo com o delegado chefe do Cope, Rodrigo Brown, o quilo do MD é vendido a R$100 mil reais e a quantidade apreendida com o traficante em um hotel da Rua Mariano Torres, em Curitiba, seria suficiente para fazer circular em torno de R$200 mil reais ao ser vendida aos usuários, geralmente de bom poder aquisitivo.

“Essa droga pode causar grandes danos para a saúde, muita agitação, danos cerebrais, cardiovasculares, uma vez que ela dá muita agitação, insônia e é muito consumida por jovens de classe média e alta”, alerta o delegado.  A prisão foi baseada no artigo 33 do Código Penal, que estabelece reclusão de 5 a 15 anos. O rapaz foi autuado em flagrante e será encaminhado ao setor penitenciário.

Sobre o MDMA

Essa droga é considerada relativamente nova nas baladas e desde 2010 vem conquistando usuários. A MDMA,abreviação de metilenodioximetanfetamina, pode ser chamada de MD ou Michael Douglas, numa referência ao ator norte-americano.  Comercializada a altos valores por jovens de classe média e alta em todo o mundo, ela é o ectasy (bala) em sua forma mais pura.  É alucinógena e altera o estado de consciência do usuário. 

Comercializada em gotas, pó ou cristais, a droga sintética produzida em laboratório é facilmente dissolvida em água. Os efeitos da MD começam a surgir de 20 a 60 minutos após a ingestão e costumam durar de 4 a 8 horas. Os efeitos negativos da MD são superiores à satisfação causada e o uso pode causar transtornos como psicose e ataques de pânico, dependência química, depressão, e a longo prazo, problemas de memória e aprendizado.

Previous ArticleNext Article