Polícia cumpre mandados judiciais contra autores da morte de transexual em pensão

A PC-PR (Polícia Civil do Paraná) cumpre nove mandados judiciais na manhã desta terça-feira (3) em Curitiba e duas cidad..

Redação - 03 de março de 2020, 07:03

Divulgação/Polícia Civil
Divulgação/Polícia Civil

A PC-PR (Polícia Civil do Paraná) cumpre nove mandados judiciais na manhã desta terça-feira (3) em Curitiba e duas cidades da Região Metropolitana: Colombo e Campo Magro. Os alvos são suspeitos de envolvimento em crimes de homicídio no mês de janeiro de 2020 no Centro.

Do total dos mandados judiciais, três são de prisão preventiva e seis são de busca e apreensão.

POLÍCIA DESCOBRE AUTOR DE MORTE DE TRANSEXUAL EM CURITIBA

Os alvos da ação são suspeitos pela morte da transexual Jussara Pires da Silva, de 55 anos. O crime aconteceu no dia 11 de janeiro, dentro de uma pensão de sua propriedade, situado na Avenida Visconde Guarapuava, no centro de Curitiba.

Na ocasião, um indivíduo teria entrado no local sob pretexto de alugar um quarto. Nesse momento, efetuou diversos disparos de arma de fogo contra a vítima, que morreu no local.

Segundo a delegada Tathiana Guzella foram cumpridos vários mandados de busca e apreensão e prisão dos envolvidos. Os dois crimes investigados pela PCPR, o assassinato da Jussara e a tentativa de homicídio de um homem na estação-tubo, que resultou também no ferimento de uma mulher que estava dentro do ônibus foram praticados pela mesma organização criminosa.  "A mesma organização criminosa que efetuou esses dois conjuntos de crimes é uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas , atuante na região central de Curitiba. No decorrer do próximos dias iremos tentar o alcance de outros criminosos envolvidos nos crimes", informou a delegada.

 

TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM ESTAÇÃO-TUBO 

Outro crime apurado é a tentativa de homicídio de um homem, de 41 anos, e uma mulher, de 52 anos. A situação aconteceu no dia 27 de janeiro. Segundo investigação da polícia, o alvo dos criminosos era apenas o homem.

Na ocasião, ele estava parado na estação-tubo na Rua Alferes Poli, quando foi vítima de quatro disparos de arma de fogo. A mulher estava dentro de um ônibus que passava no momento e acabou sendo atingida de raspão.

Conforme apurado pela PC-PR, ambos os crimes teriam relação com o tráfico de drogas. A motivação de ambos seria uma disputa por ponto de venda de cocaína.