Polícia cumpre mandados de prisão contra organização criminosa que torturou delator no PR

Fernando Garcel


A Polícia Militar e a Polícia Civil cumpriram sete mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisão preventiva em investigação do Ministério Público do Paraná (MPPR), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Cornélio Procópio, no Norte-Central paranaense, contra suspeitos de participação em um “tribunal do crime” do município.

De acordo com a apuração do Ministério Público do Paraná, ao tomar conhecimento que havia sido delatado como dono de um ponto de venda de drogas e das drogas apreendidas, um preso ordenou a outros integrantes de seu grupo criminoso, que ainda estavam em liberdade, a punição do delator com cinco minutos de agressões.

A fim de comprovar o cumprimento da ordem ao mandante, o grupo filmou a sessão de tortura, sendo o vídeo apreendido pela Polícia Militar.

A partir da análise das imagens e identificação dos responsáveis, foi requerido e autorizado o cumprimento dos mandatos, sendo presos preventivamente todos os envolvidos.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="561396" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]