Polícia Federal investiga “compra de votos” nas eleições municipais de Matinhos

Rafael Nascimento e Redação

Assaltos - Curitiba - Correios

A Polícia Federal cumpriu na manhã desta terça-feira (8) sete mandados de busca e apreensão no município de Matinhos, no Litoral do Paraná, para apurar a “compra de votos” nas eleições municipais.

De acordo com a PF, existe a suspeita de que a atual gestão municipal teria abusado do poder econômico para determinar o resultado das eleições municipais.

A determinação partiu da Justiça Eleitoral local, ainda segundo a Polícia Federal.

Os mandados foram cumpridos pela manhã por policiais da delegacia da PF em Paranaguá.

A PF informou ainda que a ação de hoje foi em decorrência da prisão em flagrante de correligionários do atual prefeito, às vésperas das eleições. Os presos portavam cerca de R$ 7.500 em espécie e material de campanha. Um dos envolvidos que portava ilegalmente um revólver e munições calibre .38.

A reportagem procurou a Prefeitura de Matinhos. A assessoria da Prefeitura informou que o prefeito Ruy Hauer Reichert não foi candidato à reeleição, não fez campanha para nenhum dos candidatos que disputaram o pleito municipal, não compareceu a reuniões partidárias e não estampou fotos e materiais de divulgação apoiando qualquer dos candidatos à Prefeitura de Matinhos.

Previous ArticleNext Article