Polícia prende mais um suspeito de mega-assalto no Paraguai

Fernando Garcel


Um novo suspeito de participar do mega-assalto Ciudad del Este, no Paraguai, foi preso em Medianeira, no oeste do Paraná, na sexta-feira (29). O roubo milionário trouxe caos para a cidade que faz fronteira com o Brasil no fim de abril deste ano. O suspeito tem vários mandados de prisão em aberto, entre eles de homicídio, formação de quadrilha, roubo e falsificação de documento público.

Bandidos levaram US$ 11,7 mi em “mega-assalto” no Paraguai, diz MP

Além do suspeito, a polícia prendeu outros dois homens que foram liberados após interrogatório. O homem foi encaminhado para a Penitenciária Estadual I de Foz do Iguaçu.

Mega-assalto

O roubo aconteceu na noite do dia 24 de abril e toda a ação durou aproximadamente três horas. Os homens roubaram o carro-forte da transportadora de valores Prosegur e usaram dinamites no ataque ao cofre da empresa. Eles também incendiaram ao menos 15 veículos para distrair a polícia. A sede da empresa fica a 4 quilômetros da Ponte Internacional da Amizade, no Oeste do Paraná.

Na fuga, por volta da 1h, o grupo de aproximadamente 30 assaltantes se separou para dificultar o cerco policial. Um dos veículos utilizados pelo grupo chegou a ser abandonado pela quadrilha com um fuzil anti-aéreo.

Polícia prende 18º suspeito de mega-assalto em Ciudad del Este
Advogada brasileira suspeita de participar de “mega-assalto” é presa no Paraguai
Estudante relata perseguição a brasileiros após mega-assalto no Paraguai

Três dias após o crime, as autoridades confirmam a recuperação de R$ 4,65 milhões com alguns suspeitos (em cédulas de reais, dólares e guaranis). O valor roubado foi de US$ 11.720.255 (equivalente a aproximadamente R$ 37 milhões), segundo o Ministério Público do país.

Previous ArticleNext Article