Polícia prende suspeito de envolvimento na morte de mulher encontrada em porta-malas

A prisão do suspeito é temporária, segundo a polícia; roupas análogas às do homem que abandonou o carro da vítima foram apreendidas.

Redação - 13 de maio de 2022, 09:58

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

A Polícia Civil (PCPR) prendeu um suspeito de estar envolvido no homicídio de Michelle Caroline Chinol, de 39 anos, encontrada morta dentro do porta-malas de seu carro, em fevereiro. A prisão aconteceu nesta sexta-feira (13), no Boqueirão, em Curitiba.

A prisão do suspeito é temporária, segundo a polícia. Ele teria abandonado o carro que a vítima utilizava para trabalhar. Durante a operação, os policiais ainda apreenderam roupas semelhantes às do homem que aparece em câmeras de segurança no dia do crime abandonando o veículo

Esta é a terceira prisão de suspeitos de envolvimento na morte de Michelle Chinol. No fim de março, a Polícia Civil já havia detido um casal que teria ligação com a vítima, em Fazenda Rio Grande e Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

A polícia deve divulgar mais detalhes sobre a prisão ocorrida hoje ao longo dessa sexta (13).

A PCPR conta com o auxílio da população com informações que ajudem no andamento das investigações e esclareçam a motivação do crime. As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos telefones 197, da PCPR, 181, Disque-Denúncia ou no 0800-643-1121.

CORPO FOI ENCONTRADO POR FUNCIONÁRIOS DA SETRAN

O caso envolvendo a morte de Michelle Caroline Chinol teve grande repercussão em Curitiba e região. A vítima foi encontrada morta dentro do porta-malas do carro que ela utilizava para trabalhar, no bairro Ganchinho, na Capital.

O veículo foi localizado por guardas municipais e guinchado por estacionamento irregular ao pátio da Setran (Secretaria Municipal de Transportes). No local, funcionários teriam sentido um forte odor ao se aproximarem do veículo e, ao abrir o porta-malas, encontraram o corpo da mulher em estado avançado de decomposição.