Polícia prende suspeitos de fazer “arrastão” em ônibus de Curitiba

Andreza Rossini

A Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) deu cumprimento a dois mandados de prisão, na última quarta-feira (10), contra dois suspeitos de realizar um “arrastão” em um ônibus, há exatamente um ano, na região do bairro Abranches, em Curitiba.

Um dos suspeitos foi preso no final da tarde de ontem e o outro havia sido preso no dia 22 de julho, depois de se envolver em um roubo em que uma mulher de 44 anos acabou ferida por disparo de arma de fogo.

De acordo com a polícia, o crime aconteceu por volta das 15h45 do dia 11 de outubro do ano passado. Cerca de 10 passageiros do ônibus da linha Curitiba-Tamandaré viveram momentos de tensão, quando os suspeitos embarcaram, na rua Mateus Leme, no momento em que teriam anunciado o roubo e subtraído aparelhos celulares, além de R$ 60 do cobrador.

Na delegacia, Garcia confessou o roubo e contou detalhes de como tudo aconteceu. “Ele admitiu o crime e afirmou que apenas recolheu os objetos das vítimas enquanto Silva segurava uma faca ameaçando as vítimas”, conta o delegado-operacional da DFR, André Feltes.


Segundo o delegado, depois de analisar as imagens e ouvir parte das testemunhas, os suspeitos foram rapidamente identificados e posteriormente reconhecidos pelas vítimas. Silva tem várias passagens por roubo, ele permanece preso na Casa de Custódia de Piraquara.

Já o outro suspeito, Garcia não tinha antecedentes criminais e deve permanecer custodiado pela Polícia Civil à disposição da Justiça.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook