Policial militar mata colega em briga a caminho de ocorrência por roubo

Redação

pm, pmpr. polícia militar, mortes, confronto, suspeitos, mandaguari, maringá, rocam

Um policial militar morreu durante uma briga com o próprio colega enquanto estavam a caminho de uma ocorrência de roubo em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba. De acordo com a PM-PR (Polícia Militar do Paraná), o caso aconteceu na noite desta quinta-feira (5).

O soldado Lécio Tadeu dos Santos, de 42 anos, estava dirigindo a viatura e irritou o colega Elias Postanovski, de 31 anos, por conta da velocidade com que trafegava. A discussão resultou em uma briga corporal, encerrada com um disparo na cabeça de Lécio, que atuava há 14 anos na PM.

Conforme a corporação, um terceiro policial também estava no carro e tentou conter a briga sem sucesso. “A discussão entre os dois ficou um pouco mais acirrada. Eles pararam a viatura, desembarcaram e começaram um empurra-empurra. O cabo foi até os dois, tentando separá-los no momento em que o Tadeu, o motorista e o policial mais velho, desferiu um soco contra o rosto do soldado Elias, que fez o uso da arma, disparando contra o rosto, infelizmente vitimando de forma letal o Tadeu no local”, contou coronel Hudson Leôncio Teixeira, subcomandante-geral da Polícia Militar, à CBN Curitiba.

Ainda segundo a PM-PR, o soldado Elias foi preso em flagrante pelo crime de homicídio e permanece sob custódia à disposição da Justiça.

PM-PR CLASSIFICA TRAGÉDIA COMO SITUAÇÃO ‘GRAVÍSSIMA’ E LAMENTA MORTE DE SOLDADO

Em nota oficial, a Polícia Militar do Paraná declarou a situação ocorrida em Campo Largo como gravíssima e que o caso afronta todos os valores fundamentais da corporação. Além disso, afirma que concentra esforços no apoio aos familiares dos dois policiais militares envolvidos.

Leia a íntegra da nota da PM-PR:

Em face da ocorrência envolvendo policiais militares em serviço, que resultou na morte de um integrante da instituição na noite desta quinta-feira (04), a Polícia Militar do Paraná vem a público declarar que classifica como gravíssima a situação e que, acima de tudo, lamenta profundamente a tragédia que ora assola as famílias dos militares estaduais envolvidos.

Por volta das 20h40min, dois policiais militares integrantes de uma equipe responsável pelo patrulhamento no município de Campo Largo, envolveram-se em discussão verbal, que evoluiu para agressões físicas e teve como triste desfecho a morte do Soldado PM Lécio Tadeu dos Santos, em razão de disparo de arma de fogo realizado por outro componente da equipe.

O terceiro integrante da viatura, e comandante da equipe, envidou esforços para apartar a briga, desde o início, não obtendo êxito. Após o disparo socorreu a vítima, acionou imediatamente o atendimento médico, desarmou e deu voz de prisão ao agressor.

O policial militar responsável pelo disparo encontra-se preso em flagrante pelo crime militar de homicídio, e permanecerá sob custódia, à disposição da autoridade judiciária competente.

O Comando-Geral da Polícia Militar do Paraná ressalta que a atitude afronta todos os valores fundamentais da instituição e do Estado Democrático de Direito e que neste momento de profunda infelicidade e comiseração, concentra seus maiores esforços no apoio aos familiares de ambos os militares estaduais envolvidos na tragédia.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="743729" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]