Policial rodoviário é atingido por tiros em operação contra roubo a banco; PM nega

Andreza Rossini


Um policial rodoviário federal, de 43 anos de idade, alega que foi ferido a tiros na madrugada desta terça-feira (3) em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba.

De acordo com a PRF, ele dirigia um automóvel Jac J3, quando avistou homens armados próximo a um carro, escondidos atrás de um caminhão estacionado, em uma via do município.

Segundo o policial, ele imaginou que se tratava de uma tentativa de assalto, parou o carro e engatou marcha à ré, quando, a uma distância de pelo menos 20 metros, começaram os disparos de arma de fogo em sua direção.

Os atiradores eram policiais militares e a PM nega que o policial rodoviário tenha sido atingido pelos tiros.

Conforme relato do agente da PRF, em nenhum momento os atiradores se identificaram como policiais militares antes de efetuar os disparos. Ele também afirma que não conseguiu avistar nenhuma viatura caracterizada no local.

De acordo com o coronel do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) Hudson Leôncio Teixeira, todos os policiais estavam uniformizados e com fuzis. “Nós recebemos uma denúncia anônima de que seria realizado um assalto a banco na região. Montamos uma operação oficial com viaturas da RONE e COE em dois perímetros, com viaturas caracterizadas e descaracterizadas”.

Conforme a PRF, na sequência, ele perdeu o controle do veículo e colidiu contra o muro de um imóvel, pediu apoio em uma unidade do Corpo de Bombeiros que fica nas imediações do local. Desarmado, o policial rodoviário federal voltava de um show de comédia, acompanhado por uma amiga.

Segundo a PM, o agente da PRF teria passado pelo local próximo ao horário esperado da explosão ao banco. “Um veículo em alta velocidade que se negou a parar na abordagem e avançou para cima dos policiais, que dispararam tiros no motor e nas rodas do carro”. Neste momento, o policial rodoviário teria engatado a marcha ré e atingido o muro. “Uma senhora foi encontrada ferida, dentro do carro. O homem saiu do carro e entrou no mato, depois de um tempo, saiu, foi até o corpo de bombeiros e disse que foi vítima de uma tentativa de roubo”, afirmou o coronel.

O policial foi atingido por estilhaços nas pernas, braços e sofreu um corte na cabeça. Está internado no Hospital Cajuru, em Curitiba, em observação. A passageira foi atingida por um projétil em um dos tornozelos, e está internada no mesmo hospital.

De acordo com a assessoria do hospital, ambos foram submetidos a procedimentos cirúrgicos e têm quadro de saúde estável, sem risco de morte. Não há previsão de alta médica, no momento.

A PM informou que instaurou um inquérito para averiguar a realidade das informações repassadas pelos policiais e outro para verificar se o policial rodoviário realmente ingeriu bebidas alcoólicas e desobedeceu a ordem de parada.

Segundo a PRF, os PMs usavam um celta descaracterizado como viatura.

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="514741" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]