PRF prende sequestrador que fez mulher refém e a levou de SC ao PR

Andreza Rossini

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu na tarde de sexta-feira (9) em Balsa Nova, na região metropolitana de Curitiba, um homem de 39 anos de idade que horas antes havia roubado um carro e sequestrado a motorista, uma mulher de 31 anos, em Camboriú, no litoral de Santa Catarina.

A equipe da PRF de plantão na Unidade Operacional São Luiz do Purunã bloqueou a BR-277 , por volta das 15h30, após receber a informação da Polícia Civil que um veículo Audi Q3 de cor branca, tomado de assalto, estava prestes a passar pelo posto policial.

Ao perceber que a pista estava trancada, o motorista atravessou todo o canteiro central e fez uma manobra brusca de retorno. O homem dirigia em altíssima velocidade e foi perseguido pelos policiais.

Após perder contato visual com o veículo, os agentes fizeram buscas nas estradas rurais da região. Segundo a PRF, o veículo havia perdido uma quantidade significativa de óleo ao atravessar o canteiro, o que poderia indicar que ele não estaria longe.


Às 18 horas, os policiais receberam a informação de que um homem a bordo de um Audi Q3 estava em atitude suspeita no pátio de um posto de combustíveis.

WhatsApp Image 2018-02-10 at 10.04.51Ao se aproximar do local, os agentes vieram um homem saindo do veículo. Abordado e preso em flagrante, ele estava com a chave do veículo e uma carteira feminina com documentos e cartões bancários em nome de uma mulher. Ele portava ainda um alvará de soltura, expedido pela 1a Vara Criminal de Balneário Camboriú. Detido no mês passado por tráfico de drogas, ele havia sido solto na quinta-feira (8) pela Justiça.

O homem foi preso pela PRF, a princípio, pelos crimes de roubo, desobediência e direção perigosa.

Sequestro

Conforme relato registrado pela vítima, ela foi abordada pelo homem no final da manhã de ontem, quando saía de uma academia, em Camboriú. O homem, que portava uma faca de cozinha, a obrigou a sentar no banco do passageiro e dirigiu por cerca de 200 quilômetros até São José dos Pinhais (PR), na região de Curitiba.

O homem disse a ela que havia acabado de sair da cadeia e a levaria junto com ele até uma suposta reunião de uma facção criminosa, em Londrina, no norte do Paraná.

Quando ele parou o veículo em um posto de combustíveis, a mulher conseguiu desembarcar e se refugiar dentro do estabelecimento. Na tentativa de se desvencilhar do criminoso, ela sofreu alguns arranhões e teve a blusa rasgada.

A PRF encaminhou a ocorrência para a Delegacia da Polícia Civil em Campo Largo. Lá, a vítima reconheceu o autor do crime.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook