Ponta Grossa adota toque de recolher após mil denúncias de aglomerações

A Prefeitura de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, adotou toque de recolher após receber mais de mil denúncias d..

Mirian Villa - 16 de junho de 2020, 10:04

Ponta Grossa. (José Fernando Ogura / AEN)
Ponta Grossa. (José Fernando Ogura / AEN)

A Prefeitura de Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná, adotou toque de recolher após receber mais de mil denúncias de festas e aglomerações nos finais de semana na cidade.

A medida, que visa conter a contaminação do novo coronavírus, vale de sexta-feira a domingo, a partir do dia 19 de junho de 2020, das 23h às 9h.

TOQUE DE RECOLHER É ADOTADO EM PONTA GROSSA APÓS DENÚNCIAS DE FESTAS SE TORNAREM CONSTANTES 

A Prefeitura de Ponta Grossa percebeu um aumento nas denúncias de festas e aglomerações após abrir um disque-denúncia via WhatsApp, por isso, decidiu adotar o toque de recolher.

De acordo com o prefeito Marcelo Rangel (PSDB), no último sábado foram 343 denúncias de festas, churrascadas e aglomerações com risco absoluto de contágio.

Na sexta-feira, dia dos namorados, foram 278 denúncias. Veja abaixo tweet do prefeito!

Em apenas cinco dias, mais de mil denúncias denúncias foram recebidas. Além disso, entre o dia 10 e 14 de junho, 295 locais foram vistoriados e 58 deles foram multados por causa da aglomeração de pessoas.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado ontem (15) pela Secretaria Municipal, a cidade tem 169 casos confirmados de coronavírus e nenhum registro de morte.