Ponte da Integração: obra atinge 67% de execução em agosto

Redação

A ponte terá 760 metros de comprimento e um vão-livre de 470 metros – o maior da América Latina. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de três metros e calçada de 1,7 metro nas laterais
ponte da integração obra 67%

De acordo com o DER (Departamento de Estradas de Rodagem), a obra da Ponte da Integração Brasil – Paraguai, em Foz do Iguaçu, Oeste do Paraná, atingiu 67% de execução neste mês de agosto.  As informações foram divulgadas pela Agência Estadual de Notícias.

Na margem brasileira, em Foz do Iguaçu, foi realizado o tensionamento dos primeiros estais, que são compostos por um conjunto de cabos de aço que sustentarão o tabuleiro da ponte sobre o Rio Paraná. Até o final da obra, serão 116 estais tensionados, variando de 66 a 263 metros de extensão.

Também foi executada a pré-montagem de mais duas aduelas metálicas de um total de 37 que serão posicionadas no vão central, e instalados tubos forma no mastro principal brasileiro, que deve atingir 175 metros de altura, de sua fundação ao topo, até o final de agosto.

DER lança edital de duplicação da PR-445, entre Londrina e Mauá da Serra; veja o vídeo da obra
Licitação de novo programa de segurança viária do Paraná recebe 35 propostas
Na margem paraguaia, em Presidente Franco, foi finalizada a câmara de transição do mastro principal e iniciada a câmara de estais, que terá 34 metros de altura. Até o final do mês o mastro deve atingir 151 metros. E no vão central foram posicionadas e solidarizadas lajes pré-moldadas sobre a aduela metálica 5.1.

 

A estrutura da Ponte da Integração

A ponte terá 760 metros de comprimento e um vão-livre de 470 metros – o maior da América Latina. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de três metros e calçada de 1,7 metro nas laterais. Sua estrutura será maior que a primeira ponte de ligação ao Paraguai, a Ponte Internacional da Amizade, e se localiza a cerca de 10 quilômetros de distância desta. A nova ponte é resultado de parceria entre o Governo do Paraná, Itaipu Binacional e o Governo Federal, cabendo ao DER/PR administrar a execução da obra.

Na rodovia de acesso entre a ponte e a BR-277, os serviços estão concentrados na execução do viaduto da BR-469, com posicionamento de 38 estacas raiz, e no viaduto no acesso à Ponte Tancredo Neves, com início da superestrutura no encontro 01 e continuidade da mesoestrutura no encontro 02.

Investimento na obra é da Itaipu Binacional

As obras da Ponte da Integração e da Rodovia Perimetral Leste integram um pacote de investimentos de mais de R$ 1 bilhão da Itaipu Binacional para o Oeste do Paraná. O objetivo é acelerar o desenvolvimento da região, contribuindo para fazer do Paraná o maior hub logístico da América Latina. Os compromissos foram firmados junto ao Governo do Estado, responsável pela gestão das obras.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="785947" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]