PR vai usar as 102,5 mil vacinas que chegaram hoje para dar 1ª dose a idosos

Martha Feldens

vacina para D 1

O secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, disse ao receber 102,5 mil novas doses de vacinas contra a covid-19 da AstraZeneca nesta quarta-feira (24) pela manhã, que todas elas são utilizadas como D 1, ou seja, a primeira dose para aplicação em pessoas dos grupos prioritários. Agora, a prioridade é dar continuidade à vacinação de idosos, disse. Segundo ele, não serão feitas reservas para a segunda dose com o lote que chegou. O mesmo deve acontecer com novas doses da Coronavac que são esperadas para os próximos dias.

Beto Preto admitiu que o lote recebido foi pequeno. “Eu quero dizer que estamos satisfeitos por receber mais doses, mas ainda considero que está vindo a conta-gotas. Nós precisávamos de mais doses. Temos cobrado de maneira incessante o Ministério da Saúde. É importante ter 1 milhão de doses no Paraná neste momento, para poder vacinar mais rapidamente a população e assim dar vazão a uma imunidade mais forte à população”, disse o secretário.

O secretário disse ainda que o governador Ratinho Junior recomendou aos secretários de Saúde dos municípios que gastem todas as doses dentro da faixa etária prevista.

 

Decisão do STF sobre vacinas não anima PR

Diferentemente de outros estados, o Paraná não se mostra animado com a decisão do STF de permitir que outras instâncias governamentais, além da União, possam comprar vacinas diretamente dos fornecedores. Beto Preto disse que “quem compra vacinas para 200 milhões compra melhor do que para 10 milhões”, traçando um comparativo entre o volume de doses que o governo federal pode comprar e o que um estado como o  Paraná compraria.

“Nós continuamos insistindo e cobrando que o Programa Nacional de Imunização compre as vacinas necessárias”, reforçou o secretário. Beto Preto diz que o país precisa comprar de vários fornecedores. “Precisamos comprar da AstraZeneca, Coronavac, Pfizer, Sputnik, todas as vacinas possíveis”, disse.

 

Vacinação no Paraná

O Paraná havia recebido até o momento 538.900 doses de vacinas contra o novo coronavírus. Da Coronavac/Instituto Butantan foram 265.600 no 1º lote, 39.600 no 2º lote e 147.200 no 3º lote, além de mais 86.500 doses da Universidade de Oxford/AstraZeneca/Fiocruz. Com as novas remessas, serão 706.200 doses entregues ao Estado desde o começo da imunização.

O Paraná atingiu nesta terça-feira (23) 286.837 pessoas vacinadas.

 

Leia também: Vacinação contra a Covid-19: Paraná deve receber mais 167,3 mil doses de imunizantes

 

 

 

 

 

 

 

Previous ArticleNext Article