Prazo para rematrículas na rede estadual termina na sexta-feira

Andreza Rossini


Pais e responsáveis dos alunos da rede estadual de ensino precisam confirmar a rematrícula para o ano letivo de 2017 até a próxima sexta-feira (25).

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação, a confirmação da vaga para os alunos do 6º ano do Ensino Fundamental e 1º ano do Médio vai ocorrer entre os dias 28 de novembro e 02 de dezembro.

Segundo a superintendente da Educação, Fabiana Campos, os pais e alunos devem procurar a escola em caso de dúvidas..“É importante os pais e responsáveis ficarem atentos aos prazos das matrículas e rematrículas para não perderem as datas. A orientação é que procurem as escolas perto de onde moram e não esqueçam de levar documentos como identidade e comprovante de endereço”.

O levantamento das vagas para ofertar a novas matrículas será feito entre os dias 12 e 16 de dezembro, para os alunos de todas as séries e modalidades de ensino, de outras redes ou municípios e estados. O cadastramento para espera de vagas será no dia 22 de dezembro.

Calendário letivo

Após as ocupações nas escolas e a greve dos professores, o calendário letivo de 2016 precisou ser alterado. Segundo a secretária estadual da Educação, Ana Seres, nenhum dos pedidos de reposição aprovados até agora estende o calendário para o ano que vem – todos vão no máximo até o dia 30 de dezembro.

“Conversamos com o Conselho Estadual de Educação e está valendo uma deliberação do ano passado, que aceita as 800 horas/ aula e não necessariamente os 200 dias letivos. Em algumas liberamos a carga horária manhã e tarde ou a sexta hora/aula”, explicou Seres, que se reuniu ontem com representantes dos 32 Núcleos Regionais de Educação, que recebem e homologam as propostas de reposição de cada escola.

Além disso, a orientação é usar os sábados restantes até o fim do ano e os períodos de recesso, como o próximo dia 14 e o período entre 22 e 30 de dezembro. “Neste último sábado já houve reposições em alguns colégios. Os que conseguirem encaixar até o fim do ano nós vamos homologar. Os que não conseguirem ficam para fevereiro, pois janeiro é mês de férias dos professores e os dias de folga precisam ser consecutivos”, disse a secretária.

Previous ArticleNext Article