Preço do chocolate tem variação de até 133,4% em Curitiba

Andreza Rossini

Páscoa

A variação de preço de um mesmo produto de chocolate, vendido semanas antes da Páscoa que é celebrada no próximo dia 1º,   pode chegar a 133,4% em diferentes supermercados de Curitiba, segundo o primeiro levantamento do Disque Economia, da Prefeitura, feito no dia 9 de março.

Para o levantamento, a equipe da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab) percorreu dez estabelecimentos da capital. Foram pesquisados 224 produtos, entre ovos, barras, bombons, coberturas, colombas e caixas de variedades.

“Muitos supermercados fazem promoções diárias, levando a essas grandes variações. Por isso, é importante que as pessoas façam a comparação dos preços”, orienta Thiago Cavichiollo, coordenador do Disque Economia.

Preços

Os pesquisadores constataram que os preços dos chocolates tiveram uma alta, média, de 8,85% em relação ao ano passado. Além disso, Cavichiollo revela que alguns chocolates tiveram redução média de 2,35% no peso neste ano, em comparação ao ano passado, mas os preços de alguns produtos não tiveram queda proporcional.


“Constatamos, por exemplo, que um ovo teve sua gramatura reduzida de 210 gramas para 185 gramas e o preço ainda subiu em comparação ao valor praticado na Páscoa anterior (de R$ 26,51 para R$ 35,72). Se levarmos em conta o preço por quilo do chocolate, a alta chegou a 52,9%”, exemplifica o coordenador do serviço da Prefeitura.

Diferenças

De acordo com o coordenador do Disque Economia, as diferenças mais significativas ocorreram em produtos com até 150 gramas. No caso da variação de 133,4%, ela foi constatada em uma barra de chocolate (100 gr), em que os preços tinham diferenças de R$ 2,99 a R$ 6,19 entre os supermercados. Outra grande variação foi encontrada em pequenos chocolates de 115 gr, que tinham preços variando entre R$ 2,65 a R$ 4,88 (84,1%).

Entre os ovos, a pesquisa do Disque Economia encontrou diferenças de até 62,5%. No caso das caixas de variedades, a diferença de preço de um mesmo produto chegou a 59,1%. Em relação às colombas, a diferença chegou a 21,4% entre os pontos pesquisados.

Doze marcas fizeram parte do levantamento (Lacta, Nestlé, Garoto, Ferrero Rocher, Arcor, Hershey’s, Linea, Olvebra, Balducco, Festtone, Panco e Visconte). “Até a Páscoa, a equipe estará fazendo acompanhamentos periódicos. Ao todo, ainda serão oito pesquisas”, acrescenta Cavichiollo.

 

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook