Prefeito paranaense tem mais de R$ 3 milhões de bens bloqueados

Francielly Azevedo

O prefeito de Doutor Ulysses, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), Moiseis Branco da Silva teve o bloqueio de bens no valor de R$ 3.655.507,20. A determinação é do Juízo da Vara Cível de Cerro Azul, também na RMC, e atende a uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa.

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP-PR), o prefeito tem feito reiteradamente pagamentos irregulares a funcionários e empresas contratados diretamente por meio de Recibo de Pagamento Autônomo (RPA), sem concurso público ou licitação, e sem comprovação de que o serviço foi efetivamente prestado.

Conforme o MP-PR, sem considerar os valores despendidos com contratações irregulares, os gastos com as contratações do Município já ultrapassam o limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

Diante disso, a decisão judicial determinou também a apresentação de plano de regularização do quadro de servidores municipais. O plano, a ser concluído no prazo de seis meses, deve prever corte de gastos com pessoal, com demonstração mensal de resultados ao Juízo, sob pena de aplicação de multa pessoal e diária de mil reais.

A reportagem tenta contato com a Prefeitura de Doutor Ulysses.

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.