Prefeitos da RMC definem novas medidas de combate ao coronavírus

Joyce Carvalho - CBN Curitiba

Prefeitos da RMC definem novas medidas de combate ao coronavírus

Após a divulgação de um decreto estadual com orientações únicas de prevenção ao novo coronavírus para a Região Metropolitana de Curitiba, os prefeitos da RMC definem novas medidas de combate ao novo coronavírus (Covid-19). Eles participaram de uma videoconferência na noite deste sábado (20) para discutir as ações.

As medidas definidas pelos prefeitos neste encontro são complementares ao decreto publicado pelo governo do Estado na última sexta-feira e também estão relacionadas ao funcionamento do comércio, restaurantes e mercados, por exemplo. Elas devem entrar em vigor a partir desta terça-feira (23).

Segundo o presidente da Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), Marcio Wosniack, o governo do Estado na última sexta-feira norteou algumas ações e a associação decidiu por outras medidas, enfatizando o regramento único para toda a região.

O objetivo é evitar o fechamento completo das atividades e um cenário mais rigoroso, que seria o chamado lockdown.

Os prefeitos da RMC definem novas medidas de combate ao coronavírus e confira quais são elas:

  • O comércio em geral deve funcionar e atender o público entre segunda a sexta-feira, das 10 horas às 18 horas. Os estabelecimentos não devem abrir aos sábados e domingos. Houve a decisão pela extensão em mais duas horas para atender aqueles trabalhadores que vão até Curitiba e retornam após as 16 horas para os municípios da Região Metropolitana;
  • As academias e estabelecimentos similares podem funcionar na Região Metropolitana de Curitiba de segunda a sexta-feira, das 10 horas às 18 horas, sendo também vedado o funcionamento aos sábados e domingos. No entendimento dos prefeitos, em função da quantidade de academias nos municípios da Região Metropolitana de Curitiba (e não na capital), é possível um maior controle, estabelecendo esses horários;
  • Supermercados, mercados, mercearias e açougues devem funcionar de segunda a sábado, entre 10 horas e 21 horas. Os estabelecimentos não podem abrir nos domingos;
  • Restaurantes e outros estabelecimentos do setor de gastronomia, incluindo os ambulantes, podem atender o público todos os dias, entre 10 horas e 21 horas. Fora deste horário, são permitidas as modalidades delivery e drive thru;
  • Sobre bares, lanchonetes e estabelecimentos similares, os prefeitos da Região Metropolitana de Curitiba decidiram que podem funcionar entre 10 horas e 18 horas. Está proibida a abertura nos finais de semana. Também deve ser seguido o decreto estadual que proíbe a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas depois das 22 horas até às 6 horas do dia seguinte;
  • Lojas de conveniência em postos de combustíveis podem funcionar e receber público de segunda a sexta-feira, entre 10 horas e 18 horas. Os postos, para a venda exclusivamente de combustíveis, não sofrem alterações no horário;
  • Farmácias e panificadoras não sofrem alterações no funcionamento;
  • Ainda conforme a decisão dos prefeitos, está suspensa a realização de missas e cultos religiosos presenciais aos sábados e domingos, com assembleia comunitária de fiéis, para evitar aglomerações. Nos demais períodos, é necessário seguir deliberação da Secretaria de Estado da Saúde;

Mas os prefeitos decidiram que fica assegurada a abertura das igrejas e dos templos religiosos para o funcionamento de assistência religiosa individual e atividades administrativas.

Essas medidas não impedem a realização de assistência religiosa coletiva por meio da internet e outros meios de tecnologia da informação, bem como missas e cultos drive-in.

O presidente da Assomec ressaltou que estas ações, aprovadas na assembleia deste sábado, devem ser analisadas pelas assessorias jurídicas de cada município para a implantação das mesmas. E cada prefeitura pode ainda estabelecer ajustes pontuais.

Por isto, a expectativa é de que essas medidas únicas sejam implantadas na RMC a partir de terça-feira (23), com validade de 14 dias.

Previous ArticleNext Article