Prefeitura assina contrato com construtora investigada na Lava Jato

Andreza Rossini e Francielly Azevedo - CBN Curitiba


A Prefeitura de Curitiba e o consórcio TCE Engenharia Ltda com a Construtora Triunfo S.A., assinaram o contrato para a construção da trincheira da Avenida Nossa Senhora da Aparecida, no cruzamento com a Rua General Mário Tourinho, no bairro Seminário, nesta segunda-feira (12).

As duas empresas envolvidas no consórcio são investigadas na 48º fase da Operação Lava Jato e vão receber R$ 12.459.154,43 pelas obras, que devem começar ainda hoje, segundo o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel.

O pontapé inicial para a construção é a demarcação da área da obra e a execução das adequações geométricas necessárias nas ruas utilizadas para os desvios. As empresas também começam a implantar a sinalização dos desvios e a fazer a relocação dos muros frontais de 39 propriedades da Rua Mário Tourinho que serão atingidas pelas obras.

De acordo com Pimentel, os bloqueios devem começar no próximo dia 10. “Terá uma faixa bloqueada na Mário Tourinho no sentido Parque Barigui e a Nossa Senhora da Luz será bloqueada”, afirmou.

Antes do início da construção da trincheira, que exigirá bloqueios de ruas, a Secretaria de Obras Públicas fará as correções geométricas necessárias na rotatória da Praça Pedro Gasparello, perto do local das obras, na região do Jardim Los Angeles, no Seminário. O local também é conhecido como Fonte de Jerusalém e fica no cruzamento das ruas General Mário Tourinho e Doutor Edmir Silveira D’Avila, avenidas Presidente Arthur Bernardes e Sete de Setembro e a Rua Professor João Argemiro Loyola (prolongamento da Avenida Silva Jardim).

A Superintendência de Trânsito (Setran) fará a relocação de um semáforo antes das intervenções. As alterações vão garantir a implantação de uma faixa adicional na Rua General Mário Tourinho. A mudança na rotatória foi pedida pelos moradores na apresentação do cronograma das obras da trincheira, no fim do mês de agosto, e avaliada pela Setran.

A obra

As obras previstas incluem terraplenagem, pavimentação, drenagem, construção da trincheira, sinalização, iluminação, remanejamento de rede elétrica e paisagismo e serão fiscalizadas pelo Departamento de Pavimentação.

A implantação da trincheira foi a solução escolhida devido ao grande volume de tráfego, especialmente na Rua Mário Tourinho. Ela será em desnível, para eliminar os pontos de conflito e aumentar a capacidade de escoamento dos veículos. A passagem inferior será sob a Avenida Nossa Senhora Aparecida, numa extensão da pista de aproximadamente 690 metros.

A nova trincheira vai ampliar a capacidade e a velocidade da Linha Direta Inter 2 (ligeirinho) e Interbairros II, que juntas transportam 150 mil passageiros por dia. Quando estiver pronta, a expectativa é de que 41 mil veículos passarão pela Mário Tourinho. Na Nossa Senhora Aparecida, o cálculo é de que serão 15,6 mil veículos diariamente.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="552995" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]