Prefeitura fala em greve após aglomeração em terminais de ônibus de Curitiba

Após diversos passageiros reclamaram da aglomeração em terminais de Curitiba na manhã desta sexta-feira (20), o prefeito..

Redação - 20 de março de 2020, 12:10

 Luiz Costa/SMCS
Luiz Costa/SMCS

Após diversos passageiros reclamaram da aglomeração em terminais de Curitiba na manhã desta sexta-feira (20), o prefeito Rafael Greca determinou o retorno das tabelas normais. Além disso, o parlamentar ainda falou em 'greve velada' por parte do sindicato.

De acordo com o prefeito, estão sendo investigadas as causas do problema. “É inaceitável que a população tenha que ser submetida a essa superlotação em um momento de pandemia do coronavírus.”

Para a Prefeitura de Curitiba, diversas causas para a aglomeração nos terminais estão sendo investigadas, entre elas estão:

  • corte ou atraso determinado pelas empresas;
  • greve velada promovida pelo sindicato;
  • erro grave de tabelas de ônibus nas linhas sob responsabilidades da URBS;

URBS DIMINUI LINHAS DE ÔNIBUS APÓS REDUÇÃO DE PASSAGEIROS

Na quinta-feira (19), a Urbs (Urbanização de Curitiba) havia anunciado a alteração de tabelas em função da redução de 37% na demanda de passageiros nos últimos dias. Porém, essa medida foi cancelada na manhã de hoje.

Segundo a Prefeitura, a surpresa por parte da Urbs foi que as linhas em que foram verificadas aglomeração não estavam contempladas nessa mudança: Expressos, Linha Direta Inter 2 e Ligeirões.

Essas linhas deveriam continuar a operar normalmente, justamente porque são de grande fluxo de passageiros.

Ainda será verificado o  impacto na Rede Integrada de Transportes, de corte de linhas por parte da Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), órgão estadual.