Prefeitura de Maringá anula quatro lotes da licitação de Natal

Mariana Ohde


Por Rosângela Gris, Metro Maringá

A prefeitura de Maringá acatou a recomendação do Ministério Público do Paraná (MP-PR), por meio da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, e anulou quatro dos cinco lotes licitados para a decoração de Natal deste ano.

Apenas o lote da decoração da Casa do Papai Noel está mantido à espera de um posicionamento do promotor Leonardo Vilhena, para quem a Procuradoria-Geral do município apresentou, na tarde de terça-feira, esclarecimentos e novos orçamentos referentes à contratação do serviço.

A recomendação de anulação dos cinco lotes, no valor de R$ 782 mil, foi encaminhado à prefeitura no início do mês. Além da Casa do Papai Noel, a licitação contemplava o Portal com Festões, árvore de Natal, parque de diversões e estruturas em madeira.

O procurador do município, Vitor Borghi, em entrevista a rádio CBN, disse que aguarda para ainda esta semana a resposta do MP. “Ele não tem prazo fixado por lei, mas na conversa que tivemos o promotor nos adiantou que deve nos responder até o final desta semana para que tenhamos tempo de procurar outras alternativas, caso a resposta seja negativa, ou então de firmar o contrato para iniciarmos o trabalho caso ele aceite as nossas considerações”, disse Borghi.

Independente da resposta, ele garantiu que a campanha “Maringá EnCantada – Uma Cidade Canção de Natal” será realizada e será um “grande evento, tanto na área da cultura quanto para o comércio local”. A abertura da programação natalina está agendada para 1º de dezembro.

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal