Prefeitura multa novamente escritório da Uber embargado em Maringá

A prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, autuou o escritório embargado da Uber, empresa que opera o aplicativo de ca..

Fernando Garcel - 19 de janeiro de 2017, 16:23

A prefeitura de Maringá, no norte do Paraná, autuou o escritório embargado da Uber, empresa que opera o aplicativo de caronas pagas que opera em mais de 400 cidades e 70 países, novamente nesta quinta-feira (19) por falta de alvará para funcionamento na cidade.

Prefeitura embarga escritório da Uber em Maringá

Na quarta-feira (18), o escritório foi embargado e não poderia funcionar até a regularização da situação. O serviço, em funcionamento desde a semana passada, não é regulamentado na cidade e o escritório foi multado em R$ 999,90. Agora, com a nova notificação, o valor da multa aplicada dobrou e chegou a R$ 1999,80. Agora, além das multas, o escritório da empresa poderá ser interditado pelos agentes municipais.

> Taxista é preso após briga com motorista do Uber na rodoviária de Curitiba

> Taxistas protestam contra motoristas do Uber em Londrina

De acordo com a prefeitura, até o momento, a Uber não fez o pedido de alvará.

Ontem, o prefeito Ulisses Maia se reuniu com taxistas contrários ao Uber. Uma comissão foi formada para deliberar sobre o assunto. “A Uber é uma realidade nas principais cidades do Brasil e do mundo. Proibir, apenas por proibir, em outras cidades não deu certo. Queremos construir juntos uma solução para o problema”, disse o prefeito.

Procurada, a assessoria da Uber ainda não se pronunciou sobre o caso.