Prefeitura vai implantar estacionamento regulamentado digital em Curitiba

Francielly Azevedo


A Urbs (Urbanização de Curitiba) lançou nesta quinta-feira (12) uma licitação para modernizar o Estacionamento Regulamentado na cidade (EstaR), que passará a ser digital. Nesta etapa será escolhida uma plataforma tecnológica responsável por gerenciar aplicativos de celulares, homologados pela URBS, para venda de créditos de EstaR aos motoristas.

Além do EstaR digital, a plataforma deverá oferecer outras funcionalidades como aplicativo para táxis e transporte público. “Será o fim do papel. Faz parte da estratégia do nosso Vale do Pinhão estimular a inovação e criar facilidades para os curitibanos”, disse o prefeito Rafael Greca.

No novo sistema a ser implantado deverão ser agregados três serviços aos cidadãos: aplicativo de venda de EstaR e aplicativos para a frota de táxi e aos ônibus da Rede Integrada de Transporte (RIT) com indicação de origem/destino ao passageiro.

Além desses serviços, a empresa vencedora deverá desenvolver ainda um aplicativo de fiscalização do EstaR para ser usado pelos agentes da Superintendência de Trânsito (Setran). A fiscalização e aplicação de multas por infrações permanece na competência da Setran e a Urbs segue responsável pelo gerenciamento dos serviços de venda de EstaR.

“Trata-se de uma modernização completa. Uma multiplataforma que agregará diferentes serviços de suporte à mobilidade urbana”, disse o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto.

Os aplicativos de venda EstaR deverão ser homologados pela Urbs. É através deles que os cidadãos passarão a comprar os créditos para as horas de estacionamento rotativo.

Aplicativos

Em vez dos cartões usuais, os motoristas passarão a adquirir os créditos por meio dos aplicativos homologados que serão disponibilizados gratuitamente para celulares. Entre as facilidades, os APPs deverão indicar a quantidade de créditos, o tempo restante de estacionamento pago e ainda produzir alarme para avisar que o período está terminando dando a oportunidade que o usuário faça a renovação à distância caso o tempo possa ser estendido.

Quem não possuir smartphone ou tenha dificuldade de acesso à internet terá a opção de comprar o crédito do EstaR eletrônico nos pontos de venda credenciados. O agente de trânsito, por sua vez, vai dispor de um sistema que informará se o veículo pagou pela hora de estacionamento na sua vaga, facilitando a fiscalização.

Como regra da concessão, a plataforma vencedora deverá oferecer, no mínimo, 75% do valor de venda dos créditos de EstaR para o município.

**Da SMCS**

Previous ArticleNext Article
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.
[post_explorer post_id="536088" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]