Coronavírus: Prefeituras do litoral unificam medidas e ampliam restrições

Vanessa Fernandes - CBN Curitiba

Coronavírus: Prefeituras do litoral unificam medidas e ampliam restrições

Os municípios de Matinhos, Pontal do Paraná, Guaratuba e Guaraqueçaba no litoral paranaense decidiram implantar medidas mais restritivas no combate ao coronavírus a partir deste fim de semana até o dia 15 de julho.

Os municípios do litoral não estão entre as 134 cidades que fazem parte das sete regionais do decreto estadual da quarentena restritiva.

Ainda assim os prefeitos dos quatro municípios se reuniram na última quarta-feira (1°) e pelas semelhanças entre os municípios, decidiram decretar medidas unificadas mais restritivas às atividades econômicas já a partir deste fim de semana, seguindo o decreto do governo estadual.

De acordo com o prefeito de Guaratuba Roberto Justus, uma das medidas é o fechamento do comércio aos domingos, e mudança nos horários aos sábados.

Pelos novos decretos dos prefeitos do litoral, atividades não essenciais poderão funcionar até às 13h e atividades essenciais até às 16hs de sábado. Supermercados tem horário diferenciado pelos decretos para evitar aglomerações segundo Justus, da 7h às 21h.

O prefeito ainda ressalta que este final de semana será observado, e caso seja necessário outras medidas podem ser tomadas.

“No domingo só funciona farmácias, estabelecimentos de saúde, funerárias, nem supermercado abre no domingo. No sábado os serviços não essenciais funcionam até às 13 horas e os serviços essenciais até às 16 horas”, explicou Justus.

O prefeito de Guaratuba explicou ainda que as medidas padronizadas entre os municípios do litoral começaram a ser tomadas agora porque a experiência anterior com decretos individualizados em cada município não foi eficaz.

Justus cita como exemplo as academias, que foram fechadas em Guaratuba e autorizadas a funcionar em Matinhos e isso fazia com que as pessoas saíssem do município para praticar a atividade na outra cidade.

“Tudo aprendido com a vivência. Não imaginávamos em momento algum passar por uma situação dessas, aí tomamos decisões na teoria, mas quando você aplica na prática se depara com situações precisam ser ajustadas”, prosseguiu o prefeito.

Pelos novos decretos as academias permanecem abertas nas quatro cidades do litoral. Os calçadões na beira mar de Guaratuba e Matinhos ficam abertos durante a semana e fechados nos fins de semana, às 18h de sexta-feira até o domingo.

O prefeito de Guaratuba conta ainda que a decisão de unificar as medidas também é preventiva uma vez que com a quarentena restritiva no Estado, o litoral poderia ser impactado com aumento de turistas nos próximos 14 dias e com isso aumentar o número de casos na região.

Nesta sexta-feira, a 1ª Regional de Saúde, que reúne os sete municípios do litoral, divulgou 744 casos confirmados e 14 mortes pela Covid-19.

“Há uma ligação muito forte, muitas pessoas dizem que o litoral do Paraná é o quintal de Curitiba e Região Metropolitana e percebemos isso e temos que ficar atentos a essa situação”, finalizou Justus.

Das sete cidades do litoral, a que apresenta o maior número de casos até esta sexta-feira é Paranaguá com 441 casos e nove mortes, seguida por Morretes com 92 casos e Pontal do Paraná com 87. Em Pontal duas pessoas morreram por complicações da coronavírus, Guaratuba tem 61 casos, Matinhos 33, Antonina 29 e Guaraqueçaba um caso e uma morte.

Confira outros pontos destacados nos decretos dos municípios do litoral:

No litoral, assim como em todo o Paraná, o uso de máscara é obrigatório. Pelos novos decretos, além do estabelecido para o comércio essencial e não essencial, aos domingos poderão permanecer abertos os serviços de saúde, funerários, farmácias e postos de combustível. Lojas de conveniência não podem abrir.

Serviços de alimentação, após as 16h de sábado e aos domingos somente poderão atender entregas na modalidade delivery e drive thru. Está proibido o atendimento no balcão e o consumo no local.

Nos mercados, supermercados e similares, será permitida a entrada de apenas uma pessoa por família e proibido o acesso de crianças menores de doze anos.

Atividades religiosas de qualquer natureza tem permissão de funcionamento desde que adotadas as medidas de higiene e distanciamento.

Fica proibido em todos os dias da semana, até o dia 15 de julho a comercialização e o consumo em via pública de bebidas alcoólicas entre as 22h até às 6h. A aglomeração de pessoas em lugares abertos ou fechados está proibida

É proibido também o funcionamento de casas noturnas, baladas, boates e similares, casas de eventos, clubes de serviço, clubes de recreio, áreas comuns de prédios, playgrounds, salões de festas, piscinas e academias de condomínios, quadras, clubes, campeonatos e aulas de esportes coletivos de contato, como futebol em todas as suas modalidades, basquetebol, voleibol, handebol e outros do mesmo gênero.

Estão proibidas ainda excursões, cursos e congressos presenciais de qualquer natureza, reuniões coletivas com aglomeração de pessoas, exceto as relacionadas à realização de atividades essenciais.

Os decretos autorizam a instalação de barreiras sanitárias nos limites dos territórios, como forma de enfrentamento da pandemia causada pela coronavírus.

Previous ArticleNext Article