Princesa da Dinamarca inaugura orfanato em Curitiba

Francielly Azevedo

princesa da dinamarca, dinnamarca, curitiba, orfanato, santa felicidade, crianças, instituto princesa benedikte, benedikte

A princesa da Dinamarca, Benedikte, de 75 anos, inaugurou um projeto social em Curitiba nesta terça-feira (22). O orfanato do Instituto Princesa Benedikte (IPB) fica no bairro Santa Felicidade e vai abrigar cerca de 30 crianças de 0 a 12 anos da Associação Caminhos da Vida Lar Dona Vera, com atendimento especial aos bebês. Os pequenos foram retirados da guarda dos pais por decisão judicial.

O IPB é o primeiro projeto social dinamarquês instalado no Brasil. O objetivo da princesa é auxiliar entidades que atuam no cuidado e proteção de crianças em situação de risco ou abandono.
O cônsul honorário da Dinamarca em Curitiba, Pedro Luiz Fernandes, destaca que a vinda da princesa está sendo programada há pelo menos dois anos.

“A gente vem programando essa visita há dois anos. Tudo vem sendo discutido de forma minuciosa e com muito carinho. Paramos a construção por falta de dinheiro, depois continuamos. A Dinamarca foi um país muito decisivo em questão de investimento”, relatou.

INSTITUTO PRINCESA BENEDIKTE DA DINAMARCA

princesa da dinamarca, dinnamarca, curitiba, orfanato, santa felicidade, crianças, instituto princesa benedikte, benedikte 2
Orfanato do Instituto Princesa Benedikte da Dinamarca receberá cerca de 30 crianças. Divulgação/IPB

As ações para a criação de um projeto social apoiado pela princesa da Dinamarca começaram em 2009. Ao todo, 28 entidades sociais de Curitiba participaram de um processo de seleção. O Lar Dona Vera, que atua há 23 anos no acolhimento de crianças, foi o escolhido. A principal demanda da entidade era ter uma sede própria.

O orfanato tem 1.000 m² e investimento de R$ 1 milhão. O instituto vai abrigar crianças que sofreram maus-tratos e violência sexual dentro do convívio familiar. Elas terão acesso aulas de natação, futebol e balé, além de atendimento com médicos, assistentes sociais, psicólogas, terapeutas ocupacionais e nutricionistas.

“Nós temos, aqui, crianças que sofreram abusos domésticos, físicos e sexuais. Eu tenho certeza que, independentemente do tempo que passem aqui, elas vão levar o orfanato no coração. Dignidade e respeito com as nossas crianças: é isso que a gente quer”, resumiu.

A programação da princesa da Dinamarca, Benedikte, inclui uma visita ao Memorial de Curitiba na manhã desta quarta-feira (23).

 

Previous ArticleNext Article
Avatar
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Tem passagens pela TV Educativa, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina. Atualmente trabalha no Paraná Portal e na Rádio CBN.