Procon notifica Facebook e Instagram por falha na segurança de dados

A pedido do secretário da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o Procon notificou o Facebook - empr..

Jorge de Sousa - 17 de dezembro de 2021, 19:58

Pixabay
Pixabay

A pedido do secretário da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, o Procon notificou o Facebook - empresa que é dona também do Instagram, pela insegurança nas transações envolvendo dados dos usuários.

“A iniciativa partiu de notícias e relatos formulados por consumidores que tiveram sua conta invadida e utilizada para pedido de transferência de dinheiro aos contatos dos usuários, o que tem gerado uma séie de golpes e prejuízos financeiros,” explica Leprevost.

O Procon apontou na notificação que caso o Facebook não tome providências urgentes a empresa poderá ser multada em valores acima de R$ 10 milhões.

"Na medida em que a plataforma deixa de tomar as precauções necessárias para impedir a utilização dos dados dos usuários por terceiros, apresenta vulnerabilidades que resultam na apropriação indevida de dados, causando toda sorte de transtornos”, finalizou Leprevost.

Segundo números do Procon, foram registrados 197 atendimentos nos últimos 12 meses nas plataformas de atendimento do órgão devido a relatos de consumidores que tiveram contas hackeadas e com a utilização desses dados para realização de golpes.

A recomendação do órgão em caso de golpes nas redes sociais é o consumidor buscar atendimento pelos canais disponíveis neste link.

LEIA MAIS: Ratinho Junior sanciona Orçamento de R$ 54,6 bilhões no Paraná em 2022