Procura por imóveis no Litoral do Paraná já é alta

Mariana Ohde


Com CBN Curitiba e BandNews Curitiba

Há um mês das festas e férias de final de ano, a procura por imóveis no Litoral do Paraná já aumentaram. Por causa do movimento nesta época, muitos imóveis já foram alugados com antecedência.

De acordo com o proprietário de uma imobiliária em Caiobá, Araí Pereira, dos 60 imóveis cadastrados no estabelecimento, apenas dois não foram reservados ainda pelos turistas. “A gente já tem uma carteira de clientes formada há mais de dez anos, então, boa parte da clientela repete as locações. Hoje, por exemplo, temos apenas dois imóveis disponíveis de uma carteira de 60 imóveis. Os demais estão todos locados para o final de ano”, conta.

“Nesse ano, a procura está tão boa quanto a do ano passado. Então, a gente está bem otimista em relação à temporada em virtude de a procura ter sido boa. É claro, essas são as primeiras locações para Natal e final de ano, mas nós já estamos fazendo as demais locações, a partir do dia 8 de janeiro”.

De acordo com Araí Pereira, a procura por imóveis começa cedo, logo após o feriado do Dia da Independência, em setembro. “Na temporada, a gente tem um divisor de águas aqui em Caiobá. O feriado de 7 de setembro é quando realmente começam a despertar os interesses dos veranistas em buscar locação”, explica.

Segundo Araí Pereira, Caiobá é a praia mais procurada no litoral paranaense por causa das edificações, características pouco comuns em outros municípios litorâneos do estado. “Caiobá é diferente de Guaratuba, Praia de Leste e Pontal. Nós temos muitas edificações. Então, a maior parte das ofertas são apartamentos. Casas e sobrados estão em número bem menor. Até por questões de segurança, a maioria das pessoas prefere apartamentos”, explica. O empresário acredita que a temporada deve ser curta, mas intensa.

Por outro lado, para Leonardo Batista, proprietário de uma imobiliária em Guaratuba, não vê a temporada com tanto otimismo. Segundo ele, a procura está baixa na cidade, como no ano passado. “A procura já começou, mas ela está muito tímida. O pessoal quer poucos dias e quer pagar pouco. Minha expectativa em relação ao ano passado é igual. A procura, no ano passado, foi fraca”, disse.

Movimento também no comércio

Para Sérgio Hach, conselheiro do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Paraná, a procura por imóveis está intensa para a época e o clima é de otimismo. “Agora é a época que o pessoal começa a procurar”, afirma. “A maior procura é pela locação de final de ano, no Natal e Ano Novo. Já estão ficando escassos os imóveis. Ainda temos algumas unidades. Quem quiser, tem que se apressar, porque deve faltar imóvel”, alerta. O conselheiro ainda explica que os destinos mais procurados são Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná.

“Há procura para todos os tipos de imóvel. Tanto para apartamento quanto para casa. A casa dá mais liberdade e o apartamento dá mais segurança”, explica.

Ainda de acordo com Sérgio Hach, com a procura aumentando, não são apenas as imobiliárias que estão confiantes na alta temporada. O comércio também se prepara. “O comércio está ansioso e otimista. O termômetro para o numero de pessoas que vêm é justamente a procura por locação. Isso, a expetativa está boa, a procura está boa, então o comércio está bastante otimista”, explica.

Estradas

A pré-temporada de verão já registrou aumento de fluxo nas rodovias do Paraná. De acordo com a Ecovia, a quantidade de veículos deve aumentar já no início de dezembro e seguir alta no Ano Novo e Carnaval.

2 milhões de veículos transitaram pela rodovia que liga a capital ao litoral paranaense durante a última temporada. Em janeiro deste ano, 3 mil veículos passaram por hora pela estrada com destino às praias do Paraná

A estimativa da concessionária que administra a BR-277 – que liga Curitiba ao litoral do estado – é que o fluxo, nesta temporada, aumente 20% em comparação a outras épocas do ano, somando mais de 40 mil veículos por dia.

 

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal