Proibição de pesca de espécies nativas começa na semana que vem

Andreza Rossini


Da BandNews Curitiba

A pesca de espécies nativas ficará proibida nos rios e reservatórios do Paraná a partir da próxima quarta-feira (1). A medida segue até o dia 28 de fevereiro, e tem o objetivo de proteger a fauna aquática, pois é durante esse período, conhecido como piracema, que a maioria das espécies se reproduz. Durante esse período, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e Polícia Ambiental vão reforçar as ações de fiscalização em todo Estado. O presidente do IAP, Luiz Tarcísio Mossato Pinto, afirma que a atividade será permitida somente em reservatórios artificiais, em que a pesca é considerada exótica.

“As espécies exóticas são invasoras de algumas áreas que a gente não tinha. Quando peixes como carpas e tilápias, entre outros, em reservatório, não estão em um ambiente próprio para elas e acabaram se adaptando a esses locais”, disse.

Também serão permitidos os campeonatos e gincanas de pesca em águas continentais, desde que o animal capturado seja devolvido. Além da pesca, o transporte e a comercialização também serão fiscalizados.

A pessoa que for flagrada pescando em desacordo com as restrições determinadas pela portaria será enquadrada na lei de crimes ambientais. A multa é de aproximadamente R$ 700 por pescador e mais de R$ 20 por quilo de peixe pescado. Além disso, os materiais de pesca como varas, redes e embarcações, poderão ser apreendidos pelos fiscais.

Previous ArticleNext Article