Protesto de professores suspende aulas no Paraná

Um protesto anual de professores da rede estadual de ensino suspendeu aulas nesta terça-feira (30) em escolas públicas d..

Narley Resende - 30 de agosto de 2016, 08:29

Um protesto anual de professores da rede estadual de ensino suspendeu aulas nesta terça-feira (30) em escolas públicas do Paraná. Historicamente, segundo a APP-Sindicato, que representa os profissionais, a adesão ao protesto anual se aproxima de 70%.

Ainda não há um balanço por parte da Secretaria de Estado da Educação (Seed) sobre o número de escolas em funcionamento . A orientação é que os alunos, pais e responsáveis se informem individualmente nas escolas para saber se há aula normal, como consta no calendário oficial.

Desde 1988, professores do Paraná paralisam atividades no dia 30 de agosto em alusão ao protesto daquele ano, no Centro Cívico de Curitiba, quando durante o governo de Alvaro Dias uma manifestação foi desbaratada pela cavalaria da Polícia Militar.

O sindicato da categoria aproveita a data de mobilização para negociar pautas atuais. Uma reunião está marcada para às 11 horas no Palácio Iguaçu, sede do governo estadual, para discutir reivindicações dos trabalhadores. Representantes do sindicato serão recebidos pelos secretários Mauro Ricardo Costa, da Fazenda, e Valdir Rossoni, da Casa Civil.

"O governo conta com nossa desmobilização, apostando que as pessoas terão receio por conta da falta do dia 29 de abril. Mas não ficaremos reféns dessa lógica, até porque, como temos alertado, não é falta, mas são nossos direitos que correm o risco de desaparecerem”, disse o professor Hermes Leão, presidente da APP-Sindicato.

Serão discutidas progressões e promoções atrasados; data-base; falta do dia 29 de abril, quando professores também protestam em memoria da ocasião em que 230 pessoas ficaram feridas também em repressão a um protesto de professores; pagamento do piso mínimo regional aos professores do Processo Seletivo Simplificado (PSS); pagamento do reajuste no vale-transporte; e concurso público.

Os professores se reúnem no Centro de Curitiba desde às 8h30, na Praça Santos Andrade. Uma manifestação está prevista no Centro Cívico no mesmo horário da reunião com os membros do governo.

A Secretaria da Educação deve divulgar um balanço de escolas fechadas às 11 horas desta terça.