Quadrilha que usava técnicas de rapel para furtar prédios comerciais é alvo de operação, diz Polícia Civil

Redação


A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas, desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (28), para cumprir 23 ordens judiciais contra uma quadrilha responsável por pelo menos 13 furtos em prédios comerciais, no Paraná e em Santa Catarina. Os suspeitos utilizavam itens de escalada e rapel para ingressarem nos prédios, segundo a polícia.

Estão sendo cumpridos 10 mandados de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão, em Curitiba e na Região Metropolitana.

Mais de 70 policiais civis participam da operação, inclusive com apoio aéreo por helicóptero.

Conforme a polícia, a organização criminosa realizou furtos a empresas localizadas em Curitiba, em Londrina, no Norte do Paraná, e em Florianópolis (SC).

Além de utilizar itens de escalada e rapel para invadir os prédios, os suspeitos também pintavam as câmeras de segurança com tinta em spray, na tentativa de dificultar o serviço investigativo.

Nos edifícios invadidos, os indivíduos entraram em várias salas de escritório, levando objetos eletrônicos, dinheiro e cartões.

Ainda conforme a polícia, o grupo criminoso utilizava os objetos furtados para alimentar outros crimes como tráfico de drogas e agiotagem.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="792988" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]