Quase 9 mil alunos vão para rede estadual de ensino

William Bittar - CBN Curitiba

pandemia, suspensão das aulas, crise, crise econômica, ensino, rede estadual, rede municipal, escolas

Desde o início da pandemia, com a suspensão das aulas e a crise econômica que atingiu praticamente todos os setores, muitos pais estão optando por tirar os filhos da rede particular de ensino e buscando vagas nas redes municipal e estadual.

Segundo a SEED (Secretaria Estadual de Educação e do Esporte do Paraná), já são quase nove mil estudantes que migraram do ensino particular para o ensino público estadual, de acordo com dados da última semana.

Já a rede pública municipal de ensino de Curitiba recebeu neste período, 1,1 mil transferências de estudantes da rede privada.

As aulas nas escolas públicas e particulares estão suspensas desde o dia 19 de março.

Em Curitiba, as famílias que quiserem migrar para escolas municipais devem procurar os Núcleos Regionais da Educação, nas Ruas da Cidadania.

Segundo a Prefeitura de Curitiba, cada um dos dez Núcleos Regionais irá direcionar o estudante para a unidade onde há vaga.

A rede atende Educação Infantil, Ensino Fundamental e EJA (Educação de Jovens e Adultos) fase I.

Para fazer a transferência é preciso apresentar documentos como certidão de nascimento da criança ou jovem (original e cópia); declaração de transferência ou histórico da escola de origem; cópia de RG e CPF dos pais ou responsáveis; se a criança tiver cadastro no Programa Bolsa Família do governo federal, deverá informar o código do NIS (Número de Identificação Social); para comprovante de endereço deverá apresentar o talão de conta da Copel recente; e declaração de vacina da criança (que pode ser retirada em qualquer posto de saúde).

Segundo os últimos decretos, tanto do Governo do Paraná quanto da Prefeitura de Curitiba, as aulas estão suspensas, pelo menos, até o dia 02 de agosto.

Previous ArticleNext Article