Receita Federal apreende 454 kg de cocaína no Porto de Paranaguá

Angelo Sfair

cocaína, apreensão, apreendida, porto de paranaguá, paranaguá, litoral, paraná, receita federal, rfb, polícia federal, pf

A Receita Federal apreendeu nesta quinta-feira (9) 454 kg de cocaína no Porto de Paranaguá, no litoral do Paraná. Foi a primeira apreensão de 2020.

Conforme as informações confirmadas pela alfândega, o cloridrato de cocaína estava escondido em um contêiner carregado com bobinas de papel. A carga era destinada ao Porto de Antuérpia, na Bélgica.

De acordo com os agentes federais, os traficantes usaram uma estratégia que já havia sido adotada em tentativas registradas no final do ano passado. A fim de dificultar a fiscalização, os criminosos esconderam a cocaína no contêiner armazenado no segundo andar da pilha.

Ou seja, os traficantes precisaram escalar outros contêineres para alcançar a carga alvo da contaminação.

A cocaína foi descoberta a partir do uso de um aparelho de scanner, principal método de fiscalização do principal porto do litoral do Paraná.

De acordo com a Receita Federal, ninguém foi preso. A droga foi encaminhada à delegacia da PF (Polícia Federal) em Paranaguá, a quem caberá investigar o caso.

Em 2019, foi batido o recorde histórico de apreensões do cocaína no Porto de Paranaguá. Foram 15.238 kg da droga interceptados. O número representou um aumento de 205% em relação às apreensões do ano anterior. Em 2018, foram encontrados  4.985 kg de cocaína no terminal.

Previous ArticleNext Article