Receita Federal apreende 33 kg de cocaína em Paranaguá

No ano passado, o órgão impediu o tráfico de 4,39 toneladas de cocaína em 23 operações realizadas no complexo portuário de Paranaguá.

Redação - 18 de fevereiro de 2022, 16:44

Foto: Reprodução/Receita Federal
Foto: Reprodução/Receita Federal

A Receita Federal apreendeu 33 kg de cocaína na manhã desta sexta-feira (18) em Paranaguá, no Litoral do Estado. A droga estava escondida em um contêiner que tinha como destino final o porto de Hamburgo, na Alemanha.

A cocaína foi introduzida no motor de refrigeração de um contêiner que levava carne congelada para a Europa. O motor de refrigeração pode ser acessado externamente por criminosos, que tentam enviar o entorpecente escondido entre as peças da máquina sem o conhecimento do exportador, segundo a Receita.

Ao realizar a inspeção de rotina das cargas a serem enviadas para o exterior, os servidores perceberam os volumes estranhos no motor de refrigeração e efetuaram a apreensão.

Esta foi a segunda apreensão da droga realizada pelos servidores da Receita em 2022.

Somados aos 57 kg de cocaína apreendidos na primeira semana de janeiro, já são 90 kg da droga retidos pela Receita Federal em Paranaguá. Além disso, informações repassadas pela inteligência da Receita Federal para a Aduana do Uruguai resultaram na apreensão de 200 kg de cocaína que haviam sido introduzidos no Porto de Paranaguá em um lote de automóveis com destino ao porto de Montevidéu na última sexta-feira (11).

No ano passado, o órgão impediu o tráfico de 4,39 toneladas de cocaína em 23 operações realizadas no complexo portuário de Paranaguá.