Rede Elétrica Inteligente: Paraná investe R$ 820 mi para modernizar distribuição

Redação


Nesta quarta-feira (10), o programa ‘Rede Elétrica Inteligente’ foi lançado no Paraná, com objetivo modernizar a gestão e a distribuição de energia elétrica no Estado. No total, serão investidos R$ 820 milhões.

Com o novo sistema, as unidades consumidoras terão medidores digitais que se comunicam diretamente com a Copel, facilitando o controle, da subestação até o consumidor final. Esse investimento tecnológico permitirá leitura de consumo a distância e autonomia para cidadão monitorar seu consumo em tempo real por aplicativo.

O programa será implementado sem qualquer custo adicional para os clientes.

PRIMEIRA FASE DO PROGRAMA REDE ELÉTRICA INTELIGENTE CONTEMPLA 151 MUNICÍPIOS 

Na primeira fase, serão atendidos 151 municípios das regiões Leste (Região Metropolitana de Curitiba), centro-Sul, sudoeste e oeste, beneficiando aproximadamente 4,5 milhões de paranaenses. A fase de implementação deve durar 30 meses.

A licitação para a segunda etapa está prevista para o começo de 2021. Serão mais R$ 568 milhões, outro investimento histórico da Copel Distribuição, para atender mais 78 municípios das regiões Leste, Centro-Sul, Sudoeste e Oeste do Paraná. Em seguida, o programa ‘Rede Elétrica Inteligente’ será levado para as outras cidades do Paraná em novas fases de implementação.

De acordo com o Governo do Paraná, os novos aparelhos tem potencial para integrar outros serviços no futuro, como microgeração distribuída, tecnologias de armazenamento de energia, controle da iluminação pública e abastecimento de carros elétricos.

Com a avaliação de todos os pontos de consumo do sistema de distribuição em tempo real também será possível identificar áreas de perdas e furtos de energia que oneram a tarifa, contribuindo para a eficiência das instalações. A rede inteligente contará, ainda, com reguladores de tensão automáticos.

Previous ArticleNext Article