Restaurantes de Curitiba iniciam retomada com alta em julho e mostram otimismo

Vinicius Cordeiro

restaurantes curitiba retomada

Ânimo com o segundo semestre de 2021 após sobreviver aos últimos 15 meses. É essa a sensação dos restaurantes de Curitiba, de acordo com Bea Takashina, proprietária do Jacobina Bar e Restaurante, Beto Madalosso, chef do Carlo Ristorante e Madá Pizza e Vinho, e Fernando Barros, diretor de marketing do Hard Rock Cafe Curitiba.

Diante do avanço da vacinação e com menos restrições, a movimentação dos estabelecimentos cresceu em julho, marcado pela manutenção da bandeira amarela e queda dos casos e mortes por covid. Com o atual decreto municipal permitindo o funcionamento do setor sem limitações de horário, desde que sejam cumpridos os protocolos sanitários, há perspectivas boas para o futuro.

“Temos que manter os cuidados, foi muito triste e difícil… Temos sentido uma melhora expressiva, estou esperançosa e acho que o verão vai ser legal. Clientes que não vinham desde março do ano passado voltaram falando que com a primeira dose se sentem mais seguros”, projeta Bea, que celebra ter voltado a oferecer música ao vivo no Alto da Glória.

Beto Madalosso acredita que o setor está extremamente ligado ao convívio social, o que não dá margem para a hipótese de que as pessoas nunca mais iriam sair de casa devido à pandemia. Neste início da retomada, ele ainda considera que muitas pessoas estão em a ver com a necessidade de ir aos restaurantes.

“Acho que as pessoas estão saindo mais, com a demanda reprimida. Olhando de modo geral, parece que a gente está tendo quase o movimento normal de novo. Pelo que eu senti, julho foi igual ou maior se fosse comparar com o mesmo mês de 2019”, constata após ter investido bastante tempo para melhorar as vendas no delivery.

O diretor de marketing do Hard Rock Cafe Curitiba, Fernando Barros, conta que o estabelecimento também serve como termômetro para não só outros restaurantes, mas para diversos setores econômicos de Curitiba.

“O Hard Rock vive muito do turismo, então sofremos muito no momento mais difícil da pandemia. Em junho, tivemos um crescimento de leve. Julho foi incrível, muito bom. Isso é importante porque acaba aquecendo o mercado. O turista que vem aqui vai em outro restaurante outro dia, vai nos parques e nos hotéis”, pontua ele, que ainda prevê o aumento dos eventos na casa a partir de outubro.

PANDEMIA DA COVID, SOBREVIVÊNCIA E RETOMADA: AS EXPERIÊNCIAS DE QUEM ADMINISTRA RESTAURANTES EM CURITIBA

O Paraná Portal organizou uma live com as participações de Bea Takashina, proprietária do Jacobina, Beto Madalosso, chef do Carlo Ristorante e Madá Pizza e Vinho, e Fernando Barros, diretor de marketing do Hard Rock Cafe Curitiba.

Todos relataram experiências com os negócios durante a pandemia e falaram as perspectivas do futuro. Assista a íntegra:

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="781879" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]