Robô curitibano fica entre os melhores de competição mundial da Microsoft

Redação


Criado pela startup curitibana Prevention, o Adam Robô é um equipamento que usa inteligência artificial para identificar, em no máximo cinco minutos, problemas oftalmológicos como miopia, hipermetropia, astigmatismo, presbiopia (vista cansada). A criação ficou na 15ª colocação na Imagine Cup 2018 da Microsoft, a maior competição internacional de inovação. A competição, que terminou nesta quarta-feira (25), teve a participação de 48 startups de todo o mundo.

“Não foi dessa vez que ganhamos o prêmio, mas somos campeões e representamos muito bem o Brasil e o Vale do Pinhão nesta importante competição”, afirmou Juliano Santos, fundador da Prevention. A competição, que terminou nesta quarta-feira (25), teve a participação de 48 startups de todo o mundo.

A Prevention foi a única empresa do Brasil e da América do Sul a participar da competição. Os curitibanos puderam dar seu apoio com voto do público pelas redes sociais.

Segundo ele, a Prevention chegou às semifinais e, por muito pouco, não acabou ficando entre os três finalistas. “Disputamos as batalhas de igual para igual com startups que surgiram ou estão sendo aceleradas no Vale do Silício”, lembrou o fundador da empresa curitibana.

Juliano afirmou que, apenas participar da competição internacional, já é uma grande vitrine para a Prevention. “Recebemos elogios e avaliações muito positivas tanto dos jurados como dos outros times que participaram da Imagine Cup”, acrescentou ele.

 

Vale do Pinhão

Foto: Divulgação

A Prevention começou a desenvolver o Adam Robô, no ano passado, no Worktiba Barigui, primeiro coworking público do país. No espaço da Prefeitura, a startup trabalhou por dez meses até triplicar de tamanho. Posteriormente, o projeto foi incubado na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e recebeu mentoria do Centro Europeu. “Sempre digo com orgulho que a Prevention e o Adam nasceram das conexões criadas no Vale do Pinhão”, recordou Juliano, em referência ao movimento da Prefeitura e do ecossistema de inovação para tornar Curitiba a cidade mais inteligente do país.

Campeão

A campeã da Imagine Cup 2018 da Microsoft foi a canadense SmartArm, fundada por dois estudantes do Instituto de Tecnologia da Universidade de Ontário. Eles criaram uma prótese robótica de mão, que usa uma câmera embutida para reconhecer objetos e calcular a pegada mais apropriada. Através da inteligência artificial, quanto mais o equipamento é usado, mais preciso ele se torna.

A SmartArm ganhou mais de US$ 100 mil em prêmios, somando dinheiro, viagens e subsídio para desenvolvimento do projeto, além de mentoria do indiano Satya Nadella, CEO da Microsoft.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="539337" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]