Rodízio no abastecimento terá um dia a mais com água em Curitiba

A partir de segunda-feira (17), o rodízio no abastecimento de água em Curitiba ficará menos rígido. Segundo a Sanepar, s..

Angelo Sfair - BandNews FM Curitiba - 14 de janeiro de 2022, 10:14

Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A partir de segunda-feira (17), o rodízio no abastecimento de água em Curitiba ficará menos rígido. Segundo a Sanepar, serão 84 horas com abastecimento para 36 horas de suspensão. Ou seja, serão três dias e meio com água para cada um dia e meio com torneiras secas.

De acordo com a Companhia de Saneamento do Paraná, o modelo menos rígido de rodízio é possível devido à elevação do nível médio dos reservatórios que abastecem Curitiba e parte da região metropolitana. A informação é da BandNews Curitiba.

Nesta sexta-feira (14), o Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba (SAIC) registrava uma reservação de 73,81%. O rodízio só deve ser suspenso quando o índice chegar a 80%.

As chuvas de dezembro e janeiro colaboraram com a melhora do cenário, embora a estiagem ainda seja uma preocupação. Todo o território do Paraná segue em situação de emergência hídrica. O decreto renovado pelo Governo do Paraná em dezembro é válido por 180 dias. A medida autoriza a Sanepar a manter o rodízio de abastecimento até meados de junho.

A população de Curitiba e região metropolitana convive com o racionamento há quase dois anos. O rodízio no abastecimento de água foi implantado pela primeira vez em março de 2020. Após algumas semanas de períodos intercalados com e sem rodízio, a medida que deveria ser temporária está na rotina dos cidadãos desde abril de 2020.

Segundo a Sanepar, a adoção de um sistema menos rígido a partir de segunda-feira (17) não significa que o uso racional deve ser descartado. A Companhia de Saneamento reforça a importância do uso econômico da água pela população, recomendação que também se estende à Indústria e ao Agronegócio. A meta de economia é de 20% por unidade consumidora.

O modelo de 84 horas com abastecimento para 36 horas sem água é válido para Curitiba e municípios abastecidos pelo Sistema de Abastecimento de Água Integrado. As regiões de Almirante Tamandaré que são abastecidas pela captação do Rio Iguaçu e as regiões de Colombo que extraem os recursos do Aquífero Karst seguem as próprias medidas restritivas.