Rodoviária de Curitiba deve ter 300 mil embarques e desembarques no Natal e Ano Novo

Com o avanço na vacinação e menos de mil casos ativos de covid-19, a Prefeitura de Curitiba divulgou hoje que prevê alta..

Redação - 13 de dezembro de 2021, 18:14

Foto: Daniel Castellano / SMCS
Foto: Daniel Castellano / SMCS

Com o avanço na vacinação e menos de mil casos ativos de covid-19, a Prefeitura de Curitiba divulgou hoje que prevê alta movimentação na rodoviária durante o fim de ano. Segundo a Urbs (Urbanização de Curitiba), serão esperados cerca de 144 mil embarques e desembarques no Natal e no Ano Novo.

A expectativa representa um aumento de 40% no número de passageiros em relação ao ano passado, afetado pelas restrições relacionadas à covid-19. Mas na comparação com 2019, antes da pandemia, o número é 20% menor.

“As pessoas estão voltando a viajar e, nesse ano, deveremos ter um aumento significativo de passageiros no terminal. Mas o alerta é para que todos mantenham os cuidados, com o uso de máscara, que é obrigatório, e a higenização das mãos”, diz Elcio dos Anjos, administrador do terminal.

O movimento deve se intensificar a partir do próximo domingo (19/12), quando são esperados 12,5 mil embarques em 410 ônibus. O pico de embarques para o feriado de Natal deve ser na quinta-feira (23/12), com 15,5 mil e 520 ônibus.

Entre 19/12 e 24/12 são esperados 69 mil embarques e 2.250 ônibus.

EMBARQUES NA RODOVIÁRIA DE CURITIBA NO ANO NOVO 

Para o Ano Novo, a previsão é 75 mil embarques, contra 52.263 no mesmo período do ano passado, 43% mais. O pico dos embarques deve ser na sexta-feira (30/12), com 18,5 mil.

Os principais destinos nos feriados de fim de ano são o interior do Paraná (45%), Santa Catarina (18%), litoral do Paraná (15%), São Paulo (12%), Rio Grande do Sul (4%), Rio de Janeiro (3%) e outros (3%).

Nos dois períodos haverá reforço para o atendimento com operações de agentes de trânsito nas áreas internas, bem como nos acessos ao terminal rodoviário, aumento no efetivo da Polícia Militar, além do atendimento com módulos móveis, principalmente nas entradas do terminal e fiscalização de táxi.