Sanepar retira meia tonelada de lixo das margens do Rio Nhundiaquara, em Morretes

O Rio Nhundiaquara tem grande importância histórica, econômica, turística e de lazer para o Litoral do Paraná.

26 de janeiro de 2022, 15:34

Foto: Divulgação/Sanepar
Foto: Divulgação/Sanepar

Cerca de meia tonelada de lixo foi retirada das margens do Rio Nhundiaquara e seus afluentes em Morretes, no Litoral do estado, por equipes da Sanepar, neste início de ano.

Segundo a companhia, o plástico foi o material mais encontrado nas margens dos rios, nas duas ações realizadas em janeiro. 

A atividade foi feita em caráter experimental pela Sanepar, que já faz diariamente a limpeza das praias de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná durante o verão.

Em fevereiro, a Sanepar fará a coleta de resíduos também de forma experimental em Guaraqueçaba: na sede administrativa, na Ilha da Peças e em Superagui.

Em Morretes, foram retirados resíduos num trajeto de 2,4 quilômetros às margens do Nhundiaquara, em pontos próximos ao Centro, na Ponte Velha, Estrada América, Ponte Molhada, Vila Freitas, Nova Itália, Estrada Central, Porto de Cima, Mãe Catira, Rodovia Mário Marcondes Lobo, São João da Graciosa e Curva do Félix.

Os coletores também distribuíram sacolas plásticas para coleta do lixo aos visitantes da tradicional feirinha de artesanato de Morretes.

O Rio Nhundiaquara tem grande importância histórica, econômica, turística e de lazer para o Litoral do Paraná. Sua nascente está no Parque Estadual do Marumbi, seguindo em alguns trechos paralelo à Estrada da Graciosa, primeira ligação rodoviária entre a capital e o Litoral.

Depois de atravessar Morretes, o Nhundiaquara passa por Antonina e deságua no mar. No rio, moradores e turistas pescam, nadam, fazem canoagem e rafting, além da conhecida descida do rio com boias - o boia-cross.

400 toneladas de resíduos nas praias do estado

Desde o início da temporada, a Sanepar já retirou mais de 400 toneladas de resíduos durante o serviço de limpeza das areias das praias de Guaratuba, Matinhos e Pontal, numa média de 12 mil quilos de lixo coletados por dia. Nas praias, a limpeza inclui limpeza, varrição e separação de resíduos num trecho de 48 km.