Sarampo: casos aumentam no Paraná e ‘Dia D de vacinação’ acontece neste sábado

Redação

sarampo, paraná, curitiba, surto, casos confirmados, confirmações, vacina, prevenção, vacinação

O número de casos de sarampo cresceu em todo o Paraná: são 54 novos registros da doença desde o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde na semana passada.

Para combater esse aumento, a primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo 2019 terá o seu Dia D neste sábado (19). Curitiba, com o maior número de casos, terá 12 postos de atendimento para as crianças receberem a vacina.

Segundo os números oficiais, são 157 ocorrências de sarampo no Paraná em 2019. Destas, 89 são de pacientes entre 20 e 29 anos.

Na capital paranaense, o número de casos de sarampo subiu para 123 confirmações. Só nesta semana, foram 43 casos – 20 deles são importados e a faixa etária de maior frequência (88%) é de 15 a 29 anos.

No total, 14 municípios têm casos confirmados. Almirante Tamandaré, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente, Campo Largo, Colombo, Curitiba, Fazenda Rio Grande, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Pinhais, Ponta Grossa, Rolândia e São José dos Pinhais sofrem com a doença.

CAMPANHA CONTRA O SARAMPO

Curitiba - Vacinação - Sarampo - Crianças
Cesar Brustolin/SMCS

Curitiba terá atendimento a crianças de seis meses a cinco anos em 12 unidades de saúde, das 8h às 17h.

Nessa fase da campanha, o foco adotado pelo Ministério da Saúde é direcionado para o público infantil, com muitas crianças ainda sem terem sido vacinadas ou com sua situação vacinal em dia.

As crianças deverão tomar duas doses da vacina contra o sarampo, com a segundo dose sendo administrada após o primeiro ano de idade.

O Ministério da Saúde também recomendou uma dose extra para bebês entre 6 a 11 meses. Mas por ter caráter temporário, é necessário que após um ano as vacinas previstas no calendário das crianças sejam aplicadas.

IMUNIZAÇÃO

Curitiba tem registrado bons índices nas imunizações. Para as crianças de 1 ano de idade a cobertura é de 101,7% em relação à primeira dose e de 93,6% em relação à segunda dose, segundo dados coletados até o final de setembro. Nos dez anos anteriores, a cobertura ficou entre 93% e 100,4%.

Por isso, o foco do município é a vacinação dos bebês de 6 a 11 meses. De acordo com o diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde, Alcides Oliveira, essa recomendação de faixa etária é recente.

Até 14 de outubro deste ano, 166.176 doses de vacina contra o sarampo foram aplicadas em Curitiba. O número corresponde um aumento de 68% em relação a todo o ano de 2018 e 2,5 vezes mais que as doses realizadas em 2017.

A vacina é contraindicada para menores de 6 meses, gestantes, pacientes imunodeprimidos ou com histórico de reação alérgica grave, após dose prévia ou após contato com as substâncias que compõem a vacina. Recomenda-se também um intervalo de 30 dias após a vacina para as mulheres que desejam engravidar.

Além do Dia D da campanha, os pais ainda poderão imunizar os filhos até 25 de outubro, sempre de segunda a sexta-feira, em 110 unidades de saúde do município.

Já na segunda etapa da campanha, de 18 a 30 de novembro, o público-alvo serão os jovens adultos entre 20 a 29 anos.

De acordo com o calendário de vacinação do Ministério da Saúde, adolescentes e adultos de até 29 anos devem ter duas doses da vacina contra o sarampo, feitas após um ano de idade. Adultos de 30 a 49 anos devem ter pelo menos uma dose, feita após um ano de idade.

LOCAIS DE VACINAÇÃO NO DIA D EM CURITIBA

Distrito Sanitário Bairro Novo
Unidade de Saúde Bairro Novo (Rua Paulo Rio Branco de Macedo, 791, Sítio Cercado)
Unidade de Saúde Sambaqui (Rua Roberto Dala Barba, 44, Sítio Cercado)

Distrito Sanitário Boa Vista
Unidade de Saúde Barreirinha (Rua Santa Gemma Galgani, 353, Barreirinha)
Unidade de Saúde Bairro Alto (Rua Jornalista Alceu Chichorro, 314, Bairro Alto)

Distrito Sanitário Boqueirão
Unidade de Saúde Vila Hauer (Rua Waldemar Kost, 650, Hauer)

Distrito Sanitário Cajuru
Unidade de Saúde Cajuru (Rua Pedro Bochino, 750, Vila Oficinas)

Distrito Sanitário CIC
Unidade de Saúde Oswaldo Cruz (Rua Pedro Gusso, 3749, CIC)

Distrito Sanitário Matriz
Unidade de Saúde Ouvidor Pardinho (Rua 24 de Maio, s/nº, Praça Ouvidor Pardinho)

Distrito Sanitário Pinheirinho
Unidade de Saúde Fanny Lindoia (Rua Condes dos Arcos, 295, Lindoia)

Distrito Sanitário Portão
Unidade de Saúde Vila Guaíra (Rua São Paulo, s/nº, Vila Guaíra)

Distrito Sanitário Santa Felicidade
Unidade de Saúde Campina do Siqueira (Rua Gal. Mario Tourinho, 1684, Campina do Siqueira)

Distrito Sanitário Tatuquara
Unidade de Saúde Moradias da Ordem (Rua Jovenilson Américo de Oliveira, 240, Tatuquara

Previous ArticleNext Article