Casos confirmados de sarampo crescem 47% em uma semana no Paraná

Vinicius Cordeiro

Sarampo foi registrado em 1,1 mil pacientes no Paraná desde agosto de 2019

Os casos confirmados de sarampo no Paraná cresceram 47% em relação ao último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde. Eram 157 casos registrados no último levantamento, mas o número aumentou para 231, ou seja, 74 novos casos.

Curitiba e sua Região Metropolitana concentra o maior número de casos: 223. 173 foram na capital paranaense, 15 em Colombo, nove em São José dos Pinhais, sete em Campo Largo, seis em Pinhais, 4 em Piraquara, três em Almirante Tamandaré, dois em Campina Grande do Sul e Campo do Tenente, além de um em Fazenda Rio Grande e outro em Rio Branco do Sul.

Já no interior, Londrina tem três casos e Maringá registra dois. Por fim, Ponta Grossa, Rolândia e Jacarezinho tem um caso cada.

Conforme a Secretaria da Saúde, são 707 casos notificados. Destes, 139 casos já foram descartados e 337 ainda estão sob investigação.

“É uma situação de alerta e intensificamos a importância da vacina. Reforçamos que vacinar é um ato de prevenção, proteção e que salva vidas”, declarou Beto Preto, secretário de estado da Saúde.

CADEIAS DE TRANSMISSÃO DO SARAMPO NO PARANÁ

Dos 231 casos confirmados, 27 tem provável fonte de infecção em São Paulo – onde 13 pessoas já morreram em decorrência da doença em 2019 – e quatro em Santa Catarina.

25 casos apontam cadeias de transmissão distintas, em festas e estabelecimentos comerciais de grande aglomeração, enquanto 175 casos não mostram vínculo definitivo.

Divulgação / Secretaria da Saude

 

Previous ArticleNext Article