Saúde confirma quinta morte por gripe em Curitiba

Andreza Rossini


A secretaria de Estado da Saúde confirmou a quinta morte causada pelo vírus da gripe H1N1, em Curitiba. Na semana, foram registrados três novos casos no estado, subindo de 24 para 27 o número de mortes neste ano em todo o Paraná.

A capital é o município que registra maior número de mortes devido a doença, seguida de Foz do Iguaçu e Colorado.

O balanço aponta que a maioria das vítimas fatais tinha mais de 60 anos e pelo menos um fator de risco de complicação para a doença.

A campanha de vacinação contra gripe já foi prorrogada três vezes e segue até amanhã (22) e todo o estado.

De acordo com a Sesa, o tratamento contra a doença deve ser iniciado o mais rápido possível. “O início do tratamento é recomendado nas primeiras 48 horas e pode ainda ser benéfico se iniciado de quatro a cinco dias após o início do quadro clínico. O tratamento com o antiviral, de  maneira precoce, pode reduzir a duração dos sintomas e, principalmente, a redução da ocorrência de complicações da infecção pelo vírus Influenza”, diz o boletim da Sesa.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="531430" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]