Seca grave aumenta no Paraná e afeta 40% do território, aponta monitor

Redação

seca, seca grave, barragem do iraí, chuva, chuvas, nível, reservatórios, reservatório, água, sanpear, rodízio, estiagem, racionamento

A abrangência da seca grave aumentou no Paraná e já ocupa uma área correspondente a 40% do território. Os dados são do último Monitor de Secas, da Agência Nacional de Águas (ANA), divulgado no mês de abril.

De acordo com a agência, no período entre o final da primavera e o início do verão, houve melhora nas condições de seca no estado, mas a situação voltou a ficar mais preocupante com o início do outono.

Conforme o levantamento, o aumento da área de seca grave foi de 22%, na comparação com o mês de março de 2021, quando a área era de 18% do território paranaense.

De acordo com o Monitor de Secas, a piora aconteceu principalmente nas regiões norte, sul e sudoeste do estado. Além disso, houve aumento também da seca moderada no noroeste do estado. Na comparação entre março e abril, a seca moderada teve aumento de 14%, atingindo quase 87% do território paranaense.

Apenas 2% das regiões do estado estão sem seca relativa, elas ficam entre a Serra do Mar e o Litoral do Paraná.

O Monitor de Secas ressalta que os impactos permanecem de curto e longo prazo em uma porção ao norte, sudoeste e sul, e de longo prazo no restante do estado.

*Com informações da CBN

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="768133" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]