Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Clima instável de Curitiba causa doenças: saiba como prevenir

Curitiba tem um dos maiores índices de instabilidade climática do país. O tempo pode mudar em questão de minutos. Além d..

Mariana Ohde - 06 de fevereiro de 2017, 09:02

Curitiba tem um dos maiores índices de instabilidade climática do país. O tempo pode mudar em questão de minutos. Além disso, o excesso de chuvas também é uma característica da capital. Pra se ter uma ideia, no mês de janeiro não houve chuva em apenas seis dias.

A ausência de sol, associada à umidade e à poluição do ar, formam um ambiente propício para a propagação de algumas doenças como renite, asma e até mesmo problemas cardiovasculares, como explica o médico e professor Edison Brum.

ANÚNCIO

"Já tem trabalhos demonstrando que essa piora da qualidade do ar não só causa problemas respiratórios, ela causa problemas cardiovasculares. Porque a poluição causa problemas respiratórios, aumenta a pressão pulmonar e com isso aumenta o trabalho cardíaco. Há trabalhos que mostram que, em dias em que a poluição está elevada, aumenta o número de pessoas que chegam ao pronto-atendimento com infarto", explica.

Para evitar as doenças respiratórias, a recomendação é manter a casa limpa e ventilada, mesmo nos dias frios; arejar armários, tirar pó de tapetes e cortinas.

Mas a atmosfera cinza causa outro problema: a falta de vitamina D, substância é essencial para o corpo humano e que pode ser obtida após exposição solar ou por meio da alimentação. A ausência da vitamina pode ocasionar uma série de complicações como osteoporose, artrite e depressão. Para manter os níveis em dia, é importante ingerir alimentos como leite, ovos, manteiga e peixes, além de tomar pelo menos 15 minutos de sol por dia, sem protetor solar, pois o fator de proteção impede a absorção da vitamina. O ideal é tomar sol antes das 10h. Pessoas com a pele negra têm mais dificuldade em produzir vitamina D, por isso, o tempo de exposição ao sol deve ser maior. Em alguns casos em que a ausência de vitamina D é detectada no organismo por meio de exames de laboratório, o uso de suplementos é indicado, desde que haja acompanhamento médico.