Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Hospital demite funcionária que amputou dedo de bebê com tesoura

O Hospital Pequeno Príncipe, referência nacional no atendimento de crianças em Curitiba, desligou a funcionária que ampu..

Fernando Garcel - 24 de janeiro de 2017, 13:01

O Hospital Pequeno Príncipe, referência nacional no atendimento de crianças em Curitiba, desligou a funcionária que amputou o dedo de um bebê de 11 meses com uma tesoura ao tentar cortar um cateter. O fato aconteceu em dezembro do último ano e o caso ganhou repercussão pelas redes sociais.

> Mãe diz que bebê teve o dedo amputado em hospital de Curitiba

ANÚNCIO

De acordo com a mãe, uma enfermeira cortou o dedo da criança totalmente, amputando com uma tesoura, por descuido. É o que Jake Moraes explica em sua postagem: “Vejam o ponto que chegou a nossa saúde, meu menino veio consultar no hospital pequeno príncipe e se interno, aí a enfermeira veio tirar o acesso do cateter do ‘braço’, ficou com preguiça de tirar com a mão a fita q estava isolando e corto com a tesoura arrancando seu dedinho ” relatou na postagem.

Jake-Moraes-post2 (1)

Ao G1, a instituição garante que esse foi o primeiro caso em 97 anos e que revisou e implantou novos protocolos para que não ocorra qualquer situação semelhante novamente. O departamento jurídico do hospital mantém contato com o advogado da família para garantir uma indenização pelo acidente, mas não informou sobre valores pois as negociações ocorrem em sigilo.

A criança continua o tratamento do problema cardíaco no Hospital Pequeno Príncipe e é acompanhado por uma equipe multidisciplinar que incluí psicólogos, assistentes sociais e um ortopedista para acompanhar a cicatrização do dedo.