Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Questão Cultura x Saúde não pode ser vista de forma simplória diz diretor da Fundação Culturual

O Programa Entrevista Coletiva, da Band Curitiba, em parceria com o Paraná Portal, entrevistou, nesta semana o diretor d..

Roger Pereira - 28 de fevereiro de 2017, 22:02

O Programa Entrevista Coletiva, da Band Curitiba, em parceria com o Paraná Portal, entrevistou, nesta semana o diretor de Ação Cultural da Fundação Cultural de Curitiba, Beto Lanza, que afirmou que a dicotomia entre saúde e cultura, feita no início do mandato do prefeito Rafael Greca (PMN), que cancelou programas culturais por priorizar a saúde, não pode ser visto de forma simplória. “A situação real é que existe um déficit orçamentário que não nos permitiria, por exemplo, pagar o custo da Oficina de Música no mês de janeiro. É preciso redimensionar e fazer m novo planejamento”, disse.

ANÚNCIO

Na entrevista, o diretor da Fundação também explicou o “mal entendido” que levou os organizadores a anunciarem o cancelamento da Zombie Walk, durante o carnaval curitibano e de outros eventos cancelados ou remarcados na cidade. “É um novo marco regulatório da Comissão de Grandes Eventos e precisamos respeitá-lo. A mea culpa que a Fundação faz é que pelo pouco tempo dessas mudanças e pela transição conturbada que passamos, não conseguimos nos adiantar para evitar esses problemas”, disse.

Confira a íntegra da entrevista