Sem radares, número de multas cai 58% em Maringá

Mariana Ohde


Por Leonardo Filho, Metro Maringá

A ausência de radares fixos fez a quantidade de multas de trânsito despencar no primeiro bimestre deste ano em Maringá, na comparação com o mesmo período do ano passado. Levantamento junto ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) mostra que a quantidade de infrações registradas na cidade caiu 58%.

Com os 28 radares fixos desligados, o que tem predominado este ano são as multas por avanço de sinal vermelho – foram pouco mais de 8,3 mil flagrantes feitos pelas câmeras instaladas em 24 pontos.

Houve queda nesse tipo de multa, na comparação com o ano passado, por conta de uma postura de mais tolerância adotada pela Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

O fim do contrato com a empresa que prestava o serviço de radar ocorreu em julho do ano passado e é alvo de investigação do Ministério Público. A expectativa da Semob é de publicar o edital de licitação em abril.

“Participei de uma reunião em Curitiba com a Polícia Rodoviária Federal e aguardávamos um posicionamento sobre a instalação de radares na Colombo. Como o trâmite é mais burocrático, vamos finalizar o edital para outros pontos da cidade, sem a Colombo”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur.

Multas em Maringá

Previous ArticleNext Article
Mariana Ohde
Repórter no Paraná Portal