Servidores de Colombo ocupam Câmara contra cortes de direitos

Andreza Rossini


A sessão extraordinária que votaria dois projetos da Prefeitura Municipal de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, que retiram direitos dos servidores públicos, foi suspensa na manhã desta sexta-feira (23).

Os trabalhadores ocuparam as dependências do plenário da casa, pedindo a retirada dos projetos de pauta.

O vereador Anderson Prego (PT) solicitou a administração municipal a retirada das propostas do Executivo, para prévia de discussão com os servidores e sindicatos.

Entre as medidas previstas, estão a mudança na data base do funcionalismo público municipal de maio para janeiro, a suspensão das progressões na carreira e aumento no desconto do vale-transporte.

O projeto, no entanto, prevê benefícios para a classe médica, que recentemente fizeram uma greve em protesto contra a defasagem salarial.

 

 

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="438720" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]